Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com dois de D’Ale, Inter vira sobre Avaí e se mantém perto do G5

Time gaúcho venceu catarinense por 4 a 2 e mantém chances de classificação à Libertadores

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

O Internacional parece ter uma relação amorosa com o número sete no Brasileirão. O gol de D’Alessandro, que mudou um jogo complicado e iniciou a virada e vitória por 4 a 2 sobre o Avaí, na tarde deste domingo, no Beira-Rio, foi aos sete minutos do segundo tempo. O sétimo do meia no campeonato. E fez a equipe gaúcha chegar aos 47 pontos, na sétima posição, perto da zona da Libertadores.

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Internacional continua em sétimo. Confira a classificação e os próximos jogos do Brasileirão

null

É assim há quatro rodadas. O time de Dorival Júnior se mantém na mesma colocação, porém, agora distante três pontos do G5 – ainda falta o resultado da partida entre São Paulo e Atlético-GO. E com um confronto direto na próxima rodada em casa. Pior para o Avaí que continua na penúltima posição e cada vez mais perto do rebaixamento.

Portanto, o próximo final de semana promete. O Inter recebe o Corinthians, domingo, no Beira-Rio. Um dia antes o Avaí, na Ressacada, mede forças com o Botafogo.

O jogo

Até parece que foram dois jogos no período de 90 minutos. No primeiro tempo, o Inter esteve lento. Deu pinta até de desinteresse. E o Avaí, pressionado pelo risco de rebaixamento, fez da partida uma final de Copa do Mundo. Não demorou para controlar as ações e abrir o placar. 

Robinho, aos oito minutos, aproveitou desatenção da defesa, e sem marcação, marcou de letra após cruzamento da direita. O gol deixou o time gaúcho nervoso. Apenas duas chances foram criadas, com Andrezinho e D’Alessandro, mas o que chamou a atenção foi o excesso de erros de passe. A torcida passou a reclamar e até vaiou no intervalo.

 “Tem de melhorar tudo. Não jogamos bem”, admitiu D’Alessandro no intervalo.

Foi o que aconteceu. Com Oscar, na vaga de Andrezinho, o Inter pareceu outro time. Teve posse de bola. Atacou em massa. Criou oportunidades. E não correu riscos. Empataria numa bonita cobrança de falta de D’Alessandro, aos sete minutos, do segundo tempo.

A virada esteve perto. Jô perdeu gol dentro da área. Oscar fez o mesmo. Então, o improvável aconteceu. O Avaí, após pênalti de Guiñazu em Leandrinho, passou na frente com gol de Leandrinho.

Vipcomm
D'Alessandro foi o melhor em campo: dois gols e uma assistência

Eram 26 minutos e a partida parecia perdida. Foi quando Dorival Junior decidiu sacar Jô, vaiado pela torcida, e mandar a campo Ilsinho. Sem nenhum atacante de ofício, o Inter melhorou em campo e construiu uma bonita vitória.

Com a marca da qualidade de D’Alessandro. Num intervalo de dois minutos, fez gol e deu passe para outro, de Kleber. O Inter passou a administrar a vitória.

Ainda deu tempo para Nei, de falta, fechar o placar em 4 a 2. Foi um domingo em que o Inter ficou mais perto da Libertadores.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 4 X 2 AVAÍ


Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 16 de outubro de 2011, no domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Danilo Ricardo Manis (SP).
Cartões amarelos: e Fernandinho, Junior Urso, Felipe (Avaí)
Gols:
INTER: D’Alessandro, aos sete minutos e aos 32 minutos do segundo tempo. Kleber, aos 34 minutos do segundo tempo. Nei, aos 38 minutos do segundo tempo.
AVAÍ: Robinho, aos oito minutos do primeiro tempo. William, aos 27 minutos do segundo tempo.

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Juan e Kléber; Bolatti (Tinga), Guiñazu, Andrezinho (Oscar), João Paulo e D´Alessandro; Jô (Ilsinho). Técnico: Dorival Júnior.

AVAÍ: Felipe; Arlan, Cássio, Gian e Fernandinho; Junior Urso (Batista), Bruno Silva, Diogo Orlando e Robinho (Leandrinho); Cleverson (Rafael Coelho) e William. Técnico: Toninho Cecílio.

Leia tudo sobre: internacionalbrasileirão 2011avaí

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG