Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com dia de popstar, Neymar é premiado e vira parceiro de Pelé

Atacante do Santos recebe o prêmio de melhor da Libertadores e tem patrocínio do Santander oficializado

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Neymar foi oficialmente premiado como o melhor jogador da Libertadores de 2011 nesta quinta-feira em um evento na zona sul de São Paulo e virou parceiro de Pelé no marketing. Como todo evento que o atacante do Santos está presente, a ocasião foi digna de uma apresentação de popstar, com jornalistas do mundo inteiro, empresários, presidentes de bancos e, claro, um atraso de mais de uma hora, mesmo com a chegada do jogador por um helicóptero.

Pelo prêmio, Neymar recebeu um prêmio de US$ 30 mil em ações além de outros US$ 30 mil que repassará ao GRAAC, que luta contra o câncer e tinha Rodrigo, de 8 anos, como representante no evento.

“Estou muito feliz por ser reconhecido como o melhor da Libertadores, mas este ano ainda tem muita coisa para acontecer. Tem essa reta final do Brasileiro de preparação e ainda tem o Mundial, né? Por enquanto o ano está 8,5”, disse Neymar dando uma nota para a sua temporada até aqui.

Além de premiar o atacante, o evento serviu também para oficializar a relação entre ele e o Banco Santander, que patrocina a Copa Libertadores, a Copa América e a Copa Sul-Americana, além de ter o Rei Pelé como garoto propaganda. A tendência, aliás, é que os dois apareçam juntos em campanhas da instituição financeira daqui para frente.

Leia também: Bancos ajudam, e Santos consegue segurar Neymar

O acordo faz parte de uma grande arquitetura financeira desenhada pelo Santos, pelo seu pai e também pelo seu empresário para que o atacante continue no país. Wagner Ribeiro, que é seu agente, admite até que gostaria de vê-lo no Real Madrid, mas fala que a vontade do atleta e, claro, o dinheiro, foram suficientes para segurar o craque aqui. O camisa 11, no entanto, nem pensa em falar da parte financeira.

“Eu nem tenho ideia de quanto eu ganho por mês. Não sei de nada disso, já disse para vocês. E quando à arquitetura financeira, se esse é meu último patrocinador, você também fala com ele aqui”, completou o jogador que ficará no país até o fim da Copa do Mundo disputada no Brasil.

 

Leia tudo sobre: santosneymarbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG