Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com cinco gols, Renato Gaúcho é destaque em pelada no Grêmio

Até o placar da partida de confraternização de fim de ano gerou polêmica nesta quinta-feira no Olímpico

iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854482909&_c_=MiGComponente_C

Com a histórica camisa 7 tricolor e as clássicas meias arriadas, Renato Gaúcho reviveu os tempos de dribles desconcertantes, gols e polêmicas como jogador do Grêmio. Foi no começo da noite desta quinta-feira, no Olímpico, na pelada de final de ano entre integrantes da comissão técnica e funcionários do clube gaúcho. Com cinco gols, o atual treinador foi o destaque da brincadeira que, por momentos, lembrou uma decisão de campeonato.

"Olha lá, o homem metendo gol" disse um impressionado Jonas, artilheiro do Brasileirão com 22 gols, que assistia ao jogo.

Quem presenciou a partida teve a mesma sensação: surpresa com a facilidade mantida por Renato para jogar futebol. Mesmo sem a mobilidade dos tempos de atleta, ele cultiva os dribles curtos, o ótimo controle de bola e, claro, o faro de gol. Um pouco deste repertório sempre é visto nos rachões (treinos recreativos) na véspera de jogos, nos quais Renato atua com seus comandados. Mas lá a concorrência é maior, afinal, os rivais são jogadores profissionais.

Na pelada, o camisa 10 do técnico foi Alberto Guerra, atual diretor de futebol. Cícero Souza, diretor executivo, vestiu a oito. Preparador de goleiros do Grêmio e da Seleção, Francisco Cersósimo, o Chiquinho, assumiu o gol. No adversário, os nomes de destaque eram os preparadores físicos Paulo e Anderson Paixão e os auxiliares técnicos Alexandre Mendes e Andrey Lopes.

O placar da partida gerou polêmica. O time da família Paixão venceu por 7 a 6, porém, Renato reivindicou o empate em sete. O treinador marcou o que seria seu sexto gol, mas foi anulado por uma falta na origem do lance.

"Inventaram uma falta, o jogo foi empate", disse um sorridente Renato. "Nada disso! Eles levaram um baile", retrucou o auxiliar Alexandre Mendes.

O certo é que, após a brincadeira, a turma se reuniu para um churrasco no Olímpico. Como se vê, o clima para a decisão com o Botafogo, domingo, é dos melhores.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirogrêmio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG