Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com cautela, Inter tenta vitória diante do Jorge Wilstermann

Adversário estreia em casa, tem a altitude a favor e o irmão do argentino Juan Sebastián Verón no plantel

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

O adversário é pouco conhecido, está na série B na Bolívia, perdeu os dois jogos que fez na Libertadores, mas o Inter mantém toda a cautela. Nesta quarta-feira, às 19 horas e 30 minutos, o clube gaúcho visita o Jorge Wilstermann pela terceira rodada da Libertadores.

O técnico Celso Roth fez questão de manter a precaução durante a preparação para a partida, ressaltando que trata-se do primeiro jogo do adversário em casa e que é a grande chance de o Wilstermann ainda conseguir uma classificação. Em campo ele vai escalar uma formação cuidadosa. Três volantes (Tinga mais avançado) e apenas um atacante de ofício (Damião).

O Inter ainda estará desfalcado do meia-atacante D´Alessandro e do zagueiro Bolívar, mas terá os retornos de Nei, Kléber e Guiñazu, poupados na última rodada do Gauchão. Rodrigo e Sorondo serão mantidos na defesa. Índio segue no banco de reservas.

A altitude é um complicador. Cochabamba fica 2570 metros acima do nível do mar. O Inter fez a parte final da preparação em Santa Cruz de la Sierra, 2 mil metros abaixo do local do jogo, e deslocou-se para a cidade do Wilstermann apenas na noite de terça-feira.

“Já tive a oportunidade de jogar na altitude. A bola vem mais rápida e pesada. Temos que estar atentos para a variação do trajeto e manter a concentração. Todo lance se torna perigoso. Queremos buscar a liderança da chave”, disse o goleiro Lauro.

O Inter está com 4 pontos, mesma pontuação do Emelec. O Jaguares lidera a chave com 6 pontos, porém estes dois times já realizaram 3 jogos. O Wilstermann tem duas partidas e dois fracassos.

O Adversário:

O Jorge Wilstermann é um rival pouco conhecido. Entrou em campo, em jogos oficiais, apenas duas vezes nesta temporada. Perdeu para o Jaguares, perdeu para o Emelec. São 11 títulos nacionais. O último foi no primeiro semestre de 2010 e valeu a vaga na Libertadores. No segundo semestre do ano passado o clube conseguiu a façanha de cair para a série B, ficando em 12º entre 12 clubes que disputam o Campeonato Boliviano.

Uma parceria com uma empresa argentina trouxe o técnico Marcelo Nevlef e mais 8 compatriotas de D´Alessandro, Guiñazu e cia. Iani Verón (24 anos) é um deles. Ele é irmão de Juan Sebastián Verón (do Estudiantes). Não deve ter o mesmo futebol do irmão, pois é reserva.

FICHA TÉCNICA
JORGE WILSTERMANN X INTERNACIONAL

Local: Estádio Félix Capriles, em Cochabamba (Bolívia)
Data: 16 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 19h e 30 minutos (de Brasília)
Árbitro: Enrique Cáceres (Paraguai)
Auxiliares: Nicolás Yegros e César Franco.

INTERNACIONAL: Lauro; Nei, Sorondo, Rodrigo e Kléber; Bolatti, Guiñazu, Tinga e Oscar; Zé Roberto e Leandro Damião.
Técnico: Celso Roth.

JORGE WILSTERMANN: Mauro Machado; Lucas Fernández, Juan Ignacio Brown, Juccelio Donizette e Juan Carlos Ojeda; Ezequiel Abregú, Cristian Machado, Víctor Hugo Melgar, e Luis García Uribe; Jesús Toscanini e Fabio Mineiro.
Técnico: Marcelo Nevlef.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG