Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com campanha 100%, Kleiton Lima quer fechar Sul-Americano com vitória

Para o duelo final contra o Chile, o treinador tem alguns problemas. As alas Maurine e Leah estão contundidas, enquanto Rosana e Grazi estão suspensas

Gazeta Esportiva |

Após garantir o título do Campeonato Sul-Americano de futebol feminino com uma rodada de antecipação, o Brasil voltará a campo neste domingo, às 17h (de Brasília), para encerrar a sua participação no torneio em um confronto contra o Chile, na cidade de Quito, no Equador. Para o técnico Kleiton Lima, a equipe canarinho deve comemorar a conquista do título, mas sem descuidar do último jogo, que poderá garantir à seleção um aproveitamento de 100% dos pontos disputados.

"Estou muito feliz pela conquista, pois as nossas jogadoras trabalharam bastante em busca do objetivo, que era primeiro, garantir vaga na Copa do Mundo da Alemanha e também nos Jogos Olímpicos de Londres, e, depois, ficar com o título, retomando a hegemonia no continente sul-americano. Realizamos um trabalho coeso entre atletas e comissão técnica, com todo mundo comungando do mesmo objetivo", celebrou Lima.

Para o treinador, o trabalho dos membros da comissão técnica e dos médicos foi fundamental para que o Brasil se adaptasse rapidamente à altitude do Equador.

"O fisiologista e preparador físico Edson Figueiredo - que integrou a comissão técnica da seleção brasileira feminina de basquete, campeã Mundial em 1994 - fez um excelente trabalho para que as nossas meninas pudessem suportar os efeitos da altitude, já que mudamos de local de jogo três vezes e, mesmo assim, mantivemos um ritmo muito bom durante os jogos, que foram difíceis", lembrou o treinador canarinho.

Para o duelo final contra o Chile, Kleiton Lima tem alguns problemas. As alas Maurine e Leah estão contundidas, enquanto Rosana e Grazi estão suspensas devido ao terceiro cartão amarelo. Além disso, Fabiana aparece como dúvida.

"A tendência é que, em virtude dos problemas de cartão e contusões, entremos em campo com um time bastante modificado. Mas, vamos buscar a vitória, pois queremos fechar a competição, com 100% de aproveitamento", reiterou o técnico da seleção brasileira.

Leia tudo sobre: futebol feminino

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG