Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com brasileiros, adversário do Inter se arma para Libertadores

Com cinco brasileiros no elenco, Jorge Wilstermann, que foi rebaixado no Boliviano, espera surpreender

EFE |

Apesar de ter sido rebaixado no Campeonato Boliviano no ano passado, o Jorge Wilstermann será um dos representantes de seu país na Taça Libertadores e está no grupo 6, junto com o Internacional, o Emelec (Equador) e o vencedor do confronto da fase preliminar entre Alianza Lima (Peru) e Jaguares (México).

Para tentar uma das duas vagas da chave nas oitavas de final, a equipe comandada pelo técnico Marcelo Naveleff aposta em alguns reforços estrangeiros, entre eles cinco atletas brasileiros.

O zagueiro Donizette, o volante Leonardo e o atacante Alfredo, que já estavam no clube, receberam nesta semana a companhia do também atacante Fabio Mineiro, de 22 anos e procedente do Pogon, da Polônia, e o lateral-direito Laniyan, formado nas categorias de base do Vasco.

Nesta terça-feira, é esperada a chegada a Cochabamba de três jogadores argentinos: o zagueiro Juan Ignacio Brown, que já jogou no boliviano The Strongest e os volantes Nicolás Tórrez e Iani Verón, procedente do Ferencváros, da Hungria, e irmão de Juan Sebastián Verón, estrela do Estudiantes.

Também integrarão o elenco o lateral-esquerdo colombiano Luis Zapata, procedente do Caracas, e o goleiro americano Matt Glaeger, do Miami FC.

O diretor esportivo do grupo investidor parceiro do Jorge Wilstermann, o ex-jogador argentino Luciano Galletti, afirmou que nos próximos dias terminará a formação do time para a Libertadores.

Galletti anunciou também que é muito provável que no final deste mês seja realizado um amistoso em Cochabamba contra o Estudiantes, como preparação para ambas as equipes antes da estreia no torneio continental.

Leia tudo sobre: Internacionallibertadores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG