Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com baixo aproveitamento nos reforços, Atlético-MG muda métodos

Depois de 45 contratações em dois anos, Alexandre Kalil diz que para 2012 vão chegar reforços pontuais

Victor Martins, iG Belo Horizonte |

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Guilherme custou R$ 14 milhões para o Atlético-MG e foi a maior decepção entre os contratados
O Campeonato Brasileiro de 2011 ainda estava em andamento e o Atlético-MG já se movimentava para reforçar a equipe para a temporada 2012. Depois de fracassar no Brasileirão por dois anos seguidos, sempre lutando contra o rebaixamento , a diretoria atleticana quer mudar a política de contratações para não repetir os erros dos anteriores.

Veja também: Números justificam bronca da torcida com o time do Atlético-MG

Nos dois últimos anos o Atlético-MG contratou 45 jogadores , sendo 22 em 2011 e 23 em 2011. Apesar da quantidade de reforços, o time tem conseguido bons resultados apenas no segundo turno do Brasileirão. Por conta disso, o presidente Alexandre Kalil informa que essa vai ser a primeira mudança para o ano que vem. De acordo com o dirigente, poucos reforços vão chegar e a base do grupo vai ser mantida.

Leia também: Atlético-MG gasta R$ 28 milhões em reforços, mas repete frustrações

“Nós montamos o nosso time em setembro, o time que a gente devia ter montando em janeiro. Nós fomos trocando os jogadores aos montes, eram 40. Esse problema já foi diagnosticado e não vamos fazer isso de novo. Foram dois anos seguidos, a própria imprensa detectou isso. É isso vamos fazer. Trazer peças pontuais, fazer dispensas pontuais e tentar fazer um bom ano.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

No entanto, esse também foi o discurso de 2010 para 2011. Na prática, foi tudo muito diferente. No primeiro semestre a base da equipe que terminou bem o Brasileirão do ano anterior já não existia mais. Trazer peças pontuais pode fazer a diferença, pois dos 23 contratados nesta temporada, apenas quatro terminaram o ano como titulares de Cuca , que são os volantes Richarlyson e Pierre , o zagueiro Leonardo Silva e o atacante André . Na derrota para o Cruzeiro , Carlos César começou o jogo, mas por conta da suspensão de Neto Berola .

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Diante do baixo aproveitamento dos reforços contratados para 2011, o iG levantou os números de cada um com a camisa do Atlético-MG e a situação atual dentro do clube. Veja abaixo.

 

Leia tudo sobre: seleção brasileiramano menezescbfcopa 2014londres 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG