Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com aval do presidente e do técnico, Daniel fica no Atlético-MG

Jogador diz que está pronto para ser o titular do Atlético-MG na reta final do estadual e no Brasileiro

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Bruno Cantini- Divulgação
Daniel Carvalho ainda não conseguiu ter uma boa sequência com a camisa do Atlético-MG
O meia Daniel Carvalho está sem jogar pelo Atlético-MG desde outubro do ano passado. Nesse período ele teve uma lesão muscular e quando se recuperou, passou por uma cirurgia no ombro direito. O retorno aos gramados está próximo. Contra o Grêmio Prudente ele ficou no banco de reservas e mais uma vez está relacionado por Dorival Júnior, para a partida contra a Caldense. Praticamente recuperado da série de contusões que teve em 2010, foram cinco, o jogador garante que não vai deixar o Atlético-MG agora.

Para isso ele tem o aval dos principais comandantes do clube, o presidente Alexandre Kalil e o treinador Dorival Júnior. O técnico atleticano, aliás, afirma que não liberaria Daniel Carvalho depois de todo o trabalho feito com ele, nos meses de janeiro, fevereiro e março.

“Se vierem me questionar, direi que agora que preparamos, ele tem possibilidade da saída? Porque não quiseram há quatro meses? Foi como aconteceu com o Diego Souza. Se vierem me consultar, o Daniel não sai. Assim como falei a respeito do Diego, mas ele preferiu sair. Se o Daniel achar por bem, não tenho como impedir. Mas não chegou nada sobre isso”, disse Doriva Júnior, que aproveitou para explicar a razão do meia não ter entrado na partida contra o Grêmio Prudente.

“Agora o Daniel está melhor. Ficou no banco contra o Prudente, porque era um jogo arriscado, ele ainda não tinha jogado e era decisão. Ele poderia ter uma reação positiva ou não. Temos dois jogos para finalizar a fase classificatória do Mineiro que serão importantes para ele mostrar que está recuperado. Agora é um momento importante para ele”.

Recuperado e pronto para jogar, restava saber se Daniel Carvalho estava disposto a jogar. Foi o que fez o presidente Alexandre Kalil. Em uma conversa privada com o jogador, o mandatário atleticano questionou se o clube precisaria trazer um meia ou ele estaria disposto a ser o titulo do Atlético-MG.

“A pergunta dele é se eu estava disposto a ser o meia titular do Atlético Mineiro, eu deixei bem claro que sim. Ele perguntou se precisaria contratar alguém para a minha função, eu deixei bem claro que não precisava”, respondeu Daniel Carvalho, só confirmando o que ele havia dito ao iG, na quinta-feira.

Leia tudo sobre: Atlético-MGDaniel Carvalho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG