Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com assistências de Ganso, Santos vence o Mogi Mirim na Vila

Em meio às polemicas com a diretoria do clube, meia decide o jogo e participa dos três gols do Santos

Samir Carvalho, iG Santos |

O Santos venceu o Mogi Mirim por 3 a 1 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela 15ª rodada do Campeonato Paulista. Em meio às polêmicas com a diretoria após não renovar contrato com o clube, o meia Paulo Henrique Ganso foi o melhor jogador na partida. O camisa 10 deu várias assistências no jogo e participou diretamente dos três gols da equipe santista: marcados por Zé Eduardo, Keirrison e Edu Dracena.

Além das assistências para os gols, Ganso deixou o jovem Felipe Anderson duas vezes na frente do goleiro, mas o atacante não conseguiu balançar as redes. Apesar do presidente do Santos, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, revelar que o atleta pretende jogar na Europa, o camisa 10 não foi vaiado pela torcida santista na Vila Belmiro.

Com a vitória contra o Mogi Mirim, o Santos chega aos 31 pontos ganhos, mas não conquista posições na tabela e continua na quarta colocação. Isso porque, o Corinthians, líder da competição, e Palmeiras, vice-líder, venceram nesta quarta-feira.

Após o duelo contra o Mogi nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, o Santos enfrenta o Ituano na próxima rodada, em Itu, domingo, às 18h30. Já o Mogi Mirim jogará contra a Portuguesa, sábado, às 18h30, em Mogi Mirim.

nullO jogo
O Santos iniciou o jogo pressionando o Mogi Mirim e antes de abrir o marcador aos seis minutos de jogo, a equipe já tinha desperdiçado duas oportunidades com o jovem Felipe Anderson. O meia Paulo Henrique Ganso deixou a revelação santista na frente do goleiro, que chutou rasteiro para grande defesa do goleiro João Paulo.

No entanto, Ganso brilhou novamente um minuto depois. O camisa 10 deixou o atacante Zé Eduardo sem marcação. Na frente com o goleiro, o atacante chutou rasteiro para marcar o primeiro gol da partida. Já o Mogi Mirim finalizou a gol apenas aos 29 minutos. Maisena cobrou falta para defesa tranquila de Rafael.

Após marcar o gol, o Santos diminuiu o ritmo e enfrentou dificuldades para acertar os passes. A equipe santista só voltou a assustar o goleiro João Paulo aos 40 minutos, quando Jonathan lançou Felipe Anderson, que tocou por cobertura na saída do goleiro, mas a bola subiu demais.

Apesar da vitória, o Santos deixou o campo vaiado pela torcida no primeiro tempo. Na segunda etapa, os santistas ampliaram o marcado logo no início. Aos três minutos, Pará recebeu passe de Ganso e chutou forte para defesa de João Paulo, que deu rebote para Keirrison marcar o segundo gol do Santos.

A equipe santista voltou melhor para o segundo tempo. Aos 17 minutos, Ganso cobrou escanteio na cabeça de Edu Dracena, que finalizou para grande defesa de João Paulo, no reflexo. Três minutos depois, o atacante Keirrison fez boa jogada, chutou forte, e viu o goleiro do Mogi desviar a bola antes de bater na trave.

Apesar de pressionar o adversário, o Santos sofreu um gol do Mogi Mirim. Aos 26 minutos, o atacante Cristiano recebeu a bola dentro da área e chutou rasteiro para diminuir o placar. No entanto, o Mogi não teve tempo para buscar o empate, já que Ganso apareceu novamente para ajudar o Santos a ampliar o marcador.

Aos 29 minutos, o camisa 10 cobrou falta com perfeição na cabeça de Edu Dracena, que finalizou no canto esquerdo do goleiro João Paulo para fazer 3 a 1. Após o terceiro gol, o Santos não pressionou mais o adversário, que não conseguiu reagir, e conquistou os três pontos na Vila Belmiro.

Ficha Técnica: Santos 3 x 1 Mogi Mirim

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 23 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado
Assistentes: Rafael Ferreira da Silva e Maiza Teles Paiva
Renda: R$ 91.126,00
Público: 3.785 pagantes
Cartões amarelos: Pará, Durval e Zé Eduardo (Santos); Val, Denílson e Everton Dias (Mogi Mirim)

Gols:
SANTOS: Zé Eduardo, aos 6 minutos do primeiro tempo; Keirrison, aos 4 e Edu Dracena aos 30 minutos do segundo tempo
MOGI MIRIM: Cristiano, aos 26 minutos do segundo tempo

SANTOS: Rafael; Bruno Rodrigo, Edu Dracena e Durval; Jonathan (Crystian), Rodrigo Possebon, Felipe Anderson (Alan Patrick), Paulo Henrique Ganso e Pará; Keirrison (Tiago Alves) e Zé Eduardo
Técnico: Marcelo Martelotte (interino)

MOGI MIRIM: João Paulo; Audálio, Tiago e Everton Dias; Niel, Baraka, Val, Paulo Isidoro (Ytalo) e Maisena (Cleidson); Denílson e Roberto Jacaré (Cristiano)
Técnico: Guto Ferreira

Leia tudo sobre: santosmogi mirimcampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG