Tamanho do texto

Resta apenas a aprovação dos associados para que o texto seja colocado em prática a partir das próximas eleições presidenciais

A noite desta segunda-feira, na Vila Belmiro, marcou mais um passo importante para a reforma estatutária do Santos . Em votação realizada pelos membros do Conselho Deliberativo do Peixe, o novo estatuto foi aprovado por unanimidade e agora resta apenas a aprovação dos associados para que o texto seja colocado em prática a partir das próximas eleições presidenciais do clube - marcadas para dezembro deste ano.

Os principais pontos do provável novo estatuto santista são: alteração do mandato do presidente de dois para três anos, fim das reeleições ininterruptas - o novo mandatário terá direito a apenas uma reeleição - e, também, a composição de um comitê de gestão, que será formado por sete membros, todos designados pelo presidente da agremiação.

O novo estatuto agora será encaminhado para uma Assembléia Geral, para votação dos sócios, antes de ser homologado. A data da apreciação do novo texto estatutário alvinegro ainda não foi definida, porém, deve acontecer provavelmente no próximo mês.