Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com a saída de Guerreiro, Joel procura novo capitão no Botafogo

Volante, que acertou com o Cruzeiro, herdaria a faixa do meia Lúcio Flávio, que também deixou a equipe

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

A saída do meia Lúcio Flávio para o Atlas, do México, faria o volante Leandro Guerreiro herdar a faixa de capitão no Botafogo. Mas o recente acordo do jogador com o Cruzeiro deixou a função vaga na equipe do técnico Joel Santana, que começa a analisar um substituto. O treinador já separou alguns nomes e garante que o novo líder será divulgado no próximo domingo, durante o amistosos do Botafogo contra o Democrata-GV, no Engenhão.

"Até domingo o capitão sou eu. Ia ser o Guerreiro, agora nós temos opções. Aqui vai ser mole de escolher, sábado vocês já vão saber, vou definir rapidinho. Tem o Jefferson, o Alessandro, o Antônio Carlos. Os mais experientes do grupo", analisou o treinador.

O goleiro Jefferson é um dos favoritos do treinador. Líder dentro do elenco, o jogador também possui uma visão privilegiada da partida. O único ponto contrário é a distância dos demais atletas. Mas ele possui a torcida de Leandro Guerreiro, que declarou sua preferência.

Photocamera
Segundo Joel Santana, zagueiro Antônio Carlos é um dos candidatos a portar a braçadeira de capitão

"O mais centrado é o Jefferson. Acho que ele tem uma cabeça boa e é muito tranquilo em campo. Além disso, ele sabe ler bem a partida e orientar os companheiros. Outro fator que conta a favor dele é que pelo fato de ser goleiro ele observa tudo que acontece em campo. Acho que ele pode ser um bom capitão”, disse o ex-jogador do Botafogo.

Já o atacante argentino Herrera e o uruguaio Loco Abreu correm por fora. Apesar do segundo possuir experiência e já ter sido até capitão do Uruguai, o técnico Joel Santana busca o perfil de alguém que oriente, mas não reclame tanto dos árbitros.

"Passarinho bonito não é aquele que canta mais, é aquele que canta mais suavemente. Tem que ser um cara que fale, mas que não fique reclamando do time. O Jefferson poderia ser o capitão, mas é complicado ele precisar sair do gol para passar orientações. De qualquer forma, é um jogador que me agrada pelo comportamento e ainda fala pouco", encerrou o técnico Joel Santana.
 

Leia tudo sobre: futebolbotafogocampeonato carioca 2011joel santana

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG