Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Com 12 desfalques, Internacional encara o Bahia com estádio cheio

Time gaúcho se despede do interino Osmar Loss antes de Dorival Jr. assumir o comando

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Sorondo (Rodrigo Moledo), Rodrigo e Juan; Fabrício, Guiñazu, Bolatti, Oscar (Andrezinho), D´Alessandro e Kléber; Zé Roberto. Faltaria apenas um goleiro para formar esse time, com um direito ainda a dois reservas. Essa é a escalação do Inter que não vai enfrentar o Bahia, domingo, 18h30, no Pituaçu. O clube gaúcho tem 12 desfalques.

O interino Osmar Loss, que se despede do cargo no fim de semana, terá que improvisar mais uma vez. O objetivo é conseguir mais um bom resultado, para entregar o time para Dorival Júnior, que assume terça-feira, em boas condições, mas não será fácil.

“Minha passagem também foi marcada por isso. Muitos desfalques: seleção, lesão, cartão, não deu pra repetir time. Faremos a manutenção do Jô para que ele siga adquirindo mais jogo”, projetou Loss.

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O zagueiro Rodrigo Moledo, e os laterais Fabrício e Kléber são os novos integrantes do departamento médico. Para complicar a situação, Andrezinho pediu para deixar o clube. Está insatisfeito com a falta de sequência, acabou afastado.

O garoto Zé Mário, 19 anos, ganhará chance na lateral-esquerda. O meia João Paulo é o mais cotado para jogar no meio-campo. O time ainda poderá ter a estreia do zagueiro Marquinhos Lopes, que sequer faz parte do grupo principal, pois Índio ainda é dúvida.

Divulgação
Carlos Alberto reforça o Bahia
O Bahia também tem os seus problemas. O goleiro Marcelo Lomba e o lateral-esquerdo Ávine ainda são dúvidas pro jogo. O zagueiro Titi está fora, porque pertence ao Inter.

As voltas do zagueiro Paulo Miranda, que cumpriu suspensão, e dos meias Maranhão e Carlos Alberto, que estavam lesionados, são as boas notícias. O técnico Renê Simões quer que o Bahia não deixe o Inter com a posse de bola.

"Eles gostam de fazer uma ciranda, dançar uma rodinha ali no meio-campo, e lançar a bola para Damião. O Bahia não vai entrar neste jogo, não vai dançar com o Inter”, comentou.

O time vem de vitória sobre o Atlético-GO e quer manter a média. Jogar em casa é uma grande arma dos baianos. O Bahia é o segundo com melhor média de público no Brasileirão: 23.496 torcedores.

FICHA TÉCNICA
BAHIA X INTERNACIONAL

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 14 de agosto de 2011, no domingo
Horário: 18 horas e 30 minutos (de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (Fifa-RJ)
Auxiliares: Luiz Muniz de Oliveira e Rodrigo Henrique Correa (RJ).

BAHIA: Tiago (Marcelo Lomba), Gabriel, Paulo Miranda, Thiego e Marcos (Ávine); Fabinho, Fahel, Carlos Alberto e Ricardinho; Jóbson e Júnior.
Técnico: Renê Simões.

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Índio (Marquinhos Lopes) e Zé Mário; Wilson Matias, Élton, Tinga e João Paulo; Jô e Leandro Damião.
Técnico: Osmar Loss (interino).

Leia tudo sobre: InternacionalBahiaBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG