Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Colo Colo goleia Táchira e pressiona Santos na Libertadores

Com 4 a 2, time chileno se recuperou de derrota para o Cerro na estreia pelo grupo 5 da Libertadores

Gazeta |

O Colo Colo foi até San Cristobal, na Venezuela, na noite desta terça-feira, e conseguiu uma excelente vitória por 4 a 2 sobre o Deportivo Táchira, se recuperando da goleada por 5 a 2 sofrida diante do Cerro Porteño, em sua estreia na Libertadores. Os gols da equipe foram marcados pelo atacante Ezequiel Miralles, duas vezes, Paredes e Wilchez. Gutierrez, duas vezes, descontou.

Miralles, o nome do jogo, aliás, esteve muito perto de ser atleta do Corinthians no ano passado. Porém, com a 'reprovação' do olheiro corintiano enviado para vê-lo atuar, o jogador, indicação do à época técnico do clube, Adilson Batista, que chegaria para suprir a carência de um centroavante no alvinegro, ficou no time chileno.

No entanto, mais até do que em San Cristobal, o triunfo dos visitantes teve reflexo na Vila Belmiro, já que o Santos não passou de um empate em 0 a 0 contra o mesmo rival completamente dominado pelo Colo Colo. Agora, o time brasileiro precisa muito de uma vitória contra o líder Cerro Porteño, nesta quarta, na Vila.

O jogo
A ampla vantagem foi construída basicamente nos contra-ataques. No primeiro, Miralles recebeu de Paredes, aos 20 do primeiro tempo, e com um toque rápido tirou do arqueiro rival. Ainda antes do final da primeira etapa, o próprio centroavante marcou o segundo, aproveitando desvio na primeira trave, após cobrança de escanteio, e empurrando para as redes.

Na segunda parte, mais aula de contragolpe por parte dos chilenos. Primeiro Miralles resolveu retribuir Paredes e deixou o meia na cara do gol. Com calma, ele só tirou do goleiro e marcou o terceiro.

Os 4 a 0 vieram com Wilchez, que recebeu na esquerda e deu um toque com classe por cima de Sunhouse. Ainda deu tempo do chileno Gutierrez marcar contra o time de sua terra pátria por duas vezes, premiando a torcida local. Mas o triunfo dos alvinegros já estava consolidado.

Leia tudo sobre: santoscopa libertadores 2011futebol mundialchile

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG