Tamanho do texto

Siroki Brijeg, clube da primeira divisão do país, também terá de atuar com portões fechados por presença de bandeira no confronto com o Sarajevo

A Federação Bósnia de Futebol anunciou nesta quinta-feira que o Siroki Brijeg, clube da primeira divisão do país, foi multado em 20 mil marcos por ter permitido que torcedores hasteassem uma bandeira nazista no último domingo, durante o confronto com o Sarajevo.

Além da multa, o clube atuará com portões fechados em uma partida da liga local. A torcida do Sarajevo é formada em sua maioria por muçulmanos, enquanto os fãs do Siroki Brijeg têm origem croata.

Não é a primeira vez que uma partida entre as duas equipes gera problemas para as autoridades. O país passou pela Guerra da Bósnia entre 1992 e 1995 e as rivalidades étnicas ainda são acirradas entre as comunidades sérvias, croatas e muçulmanas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.