Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cléber Wellington Abade relata que foi ofendido por Richarlyson

Juiz do clássico entre Atlético-MG e América-MG revela na súmula que foi xingado pelo jogador atleticano

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

AE
Richarlyson afirma que apenas reclamou da falta não marcada, sem ofensas ao árbitro
A expulsão do volante Richarlyson , do Atlético-MG , com apenas 30 segundos em campo no clássico contra o América-MG, pela semifinal do Campeonato Mineiro , ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira. Depois do jogador do Atlético-MG desmentir qualquer tipo de ofensa ao árbitro Cléber Wellington Abade, da Federação Paulista de Futebol, foi a vez da súmula do jogo ser divulgada. Nela o juiz da partida relatou que foi ofendido pelo jogador atleticano.

Segundo Cléber Wellington Abade, Richarlyson disse um palavrão depois de perder a bola na disputa com o lateral-direito Sheslon. “No primeiro minuto do segundo tempo expulsei com o cartão vermelho direto o jogador de nº 14 do Clube Atlético Mineiro, o Sr. Richarlyson Barbosa Felisbino, que após perder a bola na disputa com o adversário correu na minha direção e disse-me o seguinte: “Já vai começar seu filho da p...”. Após a expulsão imediatamente foi retirado de campo e o jogo prosseguiu dentro das normalidades”, relatou Abade na súmula do jogo.

Confiantes nas palavras de Richarlyson, a diretoria do Atlético-MG e o técnico Dorival Júnior estão do lado de seu jogador . Segundo o diretor de futebol do clube, Eduardo Maluf, o clube vai encaminhar os lances da partida à CBF e à FPF. Já Dorival Júnior revela ter conversa com Richarlyson três vezes, ainda no vestiário da Arena do Jacaré, e em todas o volante confirmou não ter xingado o juiz.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG