Para o volante, gol levado no primeiro tempo desestabilizou a equipe paranaense

O Atlético Paranaense chegou a abrir dois gols de vantagem para cima do América-MG, mas permitiu o empate, em plena Arena da Baixada , amargando ainda a volta para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro 2011. O volante Cléber Santana acredita que o gol tomado ainda no primeiro tempo desestabilizou a equipe, que não soube segurar o resultado na volta do intervalo.

"Fizemos os dois gols e não podíamos dar a chance para o América-MG fazer o primeiro gol. No segundo tempo tínhamos que ir para cima e buscar o terceiro gol para ter tranquilidade", avaliou o jogador, que ainda tentou ponderar sobe o gostinho de derrota. "Mas Brasileiro é assim mesmo. Os líderes estão pegando times que estão embaixo na classificação e perdendo", completou.

Cléber Santana lembrou que o time conversou sobre o fato de não poder tropeçar, mas acredita que o resultado não deve abater o grupo. "Sabíamos que não poderíamos ter nem derrota, nem empate, porque com isso a gente voltaria para a zona de rebaixamento, como aconteceu. A equipe batalhou. O trabalho está sendo bem feito. Não podemos abaixar a cabeça agora e pensar na Copa Sul-americana", concluiu.

O Furacão volta a campo nesta quarta-feira, quando recebe o Flamengo, na Arena da Baixada, valendo uma vaga para a próxima fase da Sul-americana. Pelo Brasilerião, o próximo compromisso é o clássico diante do Coritiba, domingo, no Estádio Couto Pereira, também na capital paranaense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.