Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Classificado, Alex explica como é jogar a 15 graus negativos

"Coloquei meias, saco plástico no pé, mas não adianta nada", afirmou o meia. Spartak passou pelo Basel na Liga Europa

Gazeta Esportiva |

O meia Alex, do Spartak Moscou (Rússia), participou da classificação de sua equipe na primeira fase do mata-mata da Liga Europa, após um empate por 1 a 1 com o Basel na capital russa, já que o jogo de ida, na Suíça, foi vencido por 3 a 2. No entanto, o principal adversário do ex-jogador do Internacional foi o frio de 15 graus negativos.

"Jogar com um frio como o que tivemos aqui é uma sensação que só quem passou sabe explicar. Parece que você está congelado, é complicado pensar até no que vai fazer com a bola. É preciso fazer um esforço muito grande para executar os movimentos normais de jogo. Coloquei meias extras, saco plástico no pé, mas não adianta praticamente nada", lamentou.

Aproveitando que o técnico da seleção brasileira, Mano Menezes, busca um armador como alternativa ao machucado Paulo Henrique Ganso, Alex quer chamar a atenção do treinador levando o Spartak o mais longe possível na Liga Europa.

"Fiquei especialmente feliz com a classificação porque estou encarando a Liga Europa como uma oportunidade única de batalhar pelos meus principais objetivos na carreira. Quero ajudar o Spartak a ser campeão e, consequentemente, chamar a atenção de Mano Menezes. Essa é uma competição que te obriga a jogar em alto nível o tempo inteiro, como também temos que fazer quando jogamos pela seleção. Vou continuar procurando mostrar que mereço uma oportunidade", concluiu.

Leia tudo sobre: Futebol MundialRússiaSpartakAlexLiga Europa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG