Notícias de acerto com Joel Santana, desmentidas por Patrícia Amorim, e vaga na Libertadores, dão sobrevida a Luxemburgo

Em crise constante desde que começou a pré-temporada em Londrina, no início de janeiro, o Flamengo que acorda nesta quinta-feira classificado para a fase de grupos da Libertadores parece disposto a repensar. A presidente Patrícia Amorim esteve no vestiário na noite da partida contra o Potosí e, antes disso, fora de sua postura usual, atacou a imprensa que, segundo ela, "quer derrubar". O comportamento da dirigente, que afirma não saber de onde surgem as informações de troca de comando no futebol, somado à irritação de Joel Santana pelas notícias de que já estaria acertado com o Flamengo, podem indicar um novo rumo.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Nos próximos dias, deverá haver uma reunião entre a cúpula da diretoria e o técnico Vanderlei Luxemburgo . O que acontecerá daí para frente, apesar de todos os problemas de Luxemburgo com dirigentes e o elenco, permanece um mistério. O fato é que, com o vazamento da sondagem a Joel e as declarações da presidente, a diretoria ficou em posição delicada para executar a demissão.

Com notícias de demissão iminente, Luxemburgo entre em campo para dirigir o time contra o Potosí
Agência O Globo
Com notícias de demissão iminente, Luxemburgo entre em campo para dirigir o time contra o Potosí
"De lá para cá já aconteceram tantas coisas, ainda não houve esse encontro com a diretoria. Mas claro que é normal que a gente se reúna, projete, porque concluímos uma etapa. Agora não é mais pré, é Libertadores mesmo", disse o técnico. Quando indagado sobre sua declaração após o amistoso contra o Corinthians , em Londrina, afirmando que se posicionaria sobre os problemas depois de garantir a vaga na fase de grupos da Libertadores , driblou: "Você tem uma pauta, de repente não muda também? O que foi ontem, não quer dizer que tem de ser hoje", brincou o técnico com o jornalista que perguntou sobre a declaração na pré-temporada.

Faixa de torcedor quer Luxemburgo fora do Fla e ironiza Joel Santana
Agência O Globo
Faixa de torcedor quer Luxemburgo fora do Fla e ironiza Joel Santana
O treinador ainda balança no cargo. Não são poucos na Gávea que dão a demissão de Luxemburgo como certa. Porém, um conselheiro próximo à diretoria levantou a possibilidade de, pela forma como se desenhou a situação, ser tentada uma saída menos traumática, e cara, do que uma demissão sumária depois de uma vitória importante. A multa rescisória de Luxemburgo gira em torno de R$ 4 milhões e, vale lembrar, o clube acabou de investir 10 milhões de euros na contratação de Vagner Love , sem falar nos 19 meses de direitos de imagem em atraso do atacante Deivid , dívida que já chega aos R$ 6 milhões.

Logo depois da divulgação de um suposto acerto com Joel, Patrícia Amorim veio a público desmentir a notícia. O técnico do Bahia, por sua vez, se mostrou desconfortável e afirmou que fica em Salvador. Uma troca de comando imediata, portanto, transformaria a credibilidade da diretoria, e do suposto substituto de Luxemburgo, em chacota.

"Ele vai dirigir jogo de hoje (quarta-feira), temos jogo na sexta (contra o Olaria) e no domingo (contra o Botafogo). Agora, o mercado se fala, nem o elenco está fechado, ainda queremos trazer mais jogadores. Não há nada que diga que o treinador sairá do Flamengo. O único que falou em demissão foi o próprio treinador, nós nunca falamos sobre isso. Mas claro que depende dos resultados. No ano passado, ficamos dez rodadas sem vencer e mantivemos o técnico. Não vejo motivo para tudo isso", disse a mandatária em entrevista à Rádio Tupi, antes da partida contra o Potosí.

Veja fotos dos jogos de Flamengo e Internacional pela pré-Libertadores :

Luxemburgo tem mérito. Para segurar, pelo menos por enquanto, o seu emprego, deixou de lado o treinador intempestivo, de posições intransigentes, e abusou do jogo de cintura . Chegou a pensar em entregar o cargo quando ainda estava em Londrina, mas desistiu. Usou a falta de autonomia a seu favor. Passou a jogar os problemas, disciplinares e financeiros, para a diretoria resolver, tirando dos seus ombros o ônus de qualquer decisão desagradável. Sabe que tem "inimigos" influentes que atuam nos bastidores contra sua permanência, como o vice de finanças Michel Levy e o diretor executivo de futebol, Luiz Augusto Veloso, mas procura não bater de frente publicamente com ambos.

"O trabalho começou em 2010, juntamente com a diretoria, com o primeiro projeto de evitar que o Flamengo fosse para a Segunda Divisão. Projetamos o ano seguinte, 2011, aonde o mais importante era o Flamengo estar forte e mirando a vaga na Libertadores, que foi concluída hoje (quarta-feira), pois só estávamos na pré-Libertadores. Então estão todos de parabéns, diretoria, comissão técnica, jogadores e torcida", disse o treinador depois de vencer o Potosí.

Ronaldinho Gaúcho marcou o segundo gol do Flamengo contra o Real Potosí
Agência O Globo
Ronaldinho Gaúcho marcou o segundo gol do Flamengo contra o Real Potosí
Até mesmo em relação a Ronaldinho Gaúcho o técnico se viu obrigado a frear seus instintos. O flagra no craque com mulher na concentração em Londrina também foi para a conta da diretoria, com Luxemburgo declarando apenas que relatou todos os fatos. A chegada de Vagner Love amenizou o clima tenso nos bastidores e Luxemburgo vem repetindo publicamente que as coisas mudam e não há problema de relacionamento entre ele e o camisa 10. "Futebol sem turbulência é complicado, ainda mais no Flamengo. Faz parte, tem de ter maturidade. Hoje estou muito mais calmo, mais tranquilo, entendo os questionamentos. Isso é a essência do futebol", completou.

Mostrando frieza e bom humor, Luxemburgo tirou de letra todas as perguntas sobre o noticiário de demissão e crise. Ao que tudo indica, pelo menos até o clássico de domingo, contra o Botafogo, o treinador deve se segurar no cargo.

Entre para a torcida virtual do Flamengo e convide seus amigos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.