não ao pedido de Tevez para ser negociado - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

City diz não ao pedido de Tevez para ser negociado

Em comunicado, time inglês diz que pedido do argentino é uma uma infeliz e mal vinda distração no momento

Agência Estado |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882557445&_c_=MiGComponente_C

O Manchester City confirmou que Carlitos Tevez pediu à diretoria para ser negociado na janela de transferências de janeiro, mas respondeu com um "não" à sua principal estrela. O clube publicou um comunicado em seu site oficial em que diz recusar qualquer possibilidade de se desfazer do atacante argentino.

"Essa é uma infeliz e mal vinda distração e o clube continuará focado nos jogos que tem pela frente, que podem nos dar uma temporada muito promissora", diz o texto veiculado pelo City, que neste sábado alcançou a liderança provisória do Campeonato Inglês ao bater o West Ham por 3 a 1.

Suspenso, Tevez não participou desse jogo. E, apesar de sua excelente fase - marcou 33 gols em 50 jogos pelo Inglês com a camisa do City -, está disposto a deixar o clube por conta de problemas familiares. Um dos motivos seria a distância das filhas Florencia e Katie, que moram na Argentina.

Além disso, a imprensa inglesa diz que o jogador é visto frequentemente sozinho nos treinos e que não possui bom relacionamento com o técnico Roberto Mancini, com quem discutiu após ser substituído na vitória sobre o Bolton, no último dia 4.

Tevez já falou abertamente à imprensa que pensa em encerrar a carreira brevemente, mesmo tendo apenas 26 anos. Ele foi contratado pelo City ao Manchester United em 2009 por cerca de R$ 72 milhões e se tornou um dos principais jogadores da equipe.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG