Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Forte chuva e pouco público marcam Morumbi antes do clássico

A pouco mais de uma hora do jogo começar, chuva desaba no estádio que receberá São Paulo x Palmeiras

Gazeta Esportiva |

As laterais podem ser um ponto de desequilíbrio no clássico deste domingo no Morumbi, válido pela décima rodada do Paulistão. Do lado alviverde, Cicinho tem sido uma arma especial nas jogadas pela direita e irá duelar com o são-paulino Juan, que também carrega como ponto forte as investidas no ataque.

No início de 2011, Cicinho apresenta um nível melhor em" comparação a Juan, já que ganhou rapidamente a confiança da torcida palmeirense. Ainda assim, ele mantém o respeito ao falar sobre o encontro com o adversário.

"Será uma briga boa, nós temos praticamente o mesmo estilo. O mais complicado será um marcar o outro", admite o camisa 2 do clube do Palestra Itália.

Para Cicinho, a chance de enfrentar o São Paulo traz um sentimento de empolgação. No primeiro clássico pelo Palmeiras na temporada 2011, o atleta amargou uma derrota para o Corinthians, no estádio do Pacaembu.

"Sabemos que será uma partida complicada, nosso adversário está embalado. Mas também temos a volta de alguns jogadores, isso nos dá uma força extra. Vamos fazer o que o Felipão pede para atuar com tranquilidade", destaca Cicinho.

Na teoria, o lado físico pode beneficiar o São Paulo, pois o clube atuou no meio da semana em Teresina, no Piauí, na estreia da Copa do Brasil. Cicinho pondera, contudo, que a motivação do clássico irá minimizar qualquer tipo de desgaste.

"É claro que a viagem foi complicada, perdemos muito tempo sentados. Mas na hora do jogo, você esquece o cansaço, o jogador fica a milhão dentro de campo, com a adrenalina lá no alto", comenta o lateral.

Leia tudo sobre: palmeirassão paulocicinhocampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG