Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cicinho confessa vontade de dar "voadora" em Neymar no clássico

Lateral do Palmeiras revelou que ficou irritado quando a joia santista, sem sair do lugar, driblou Patrik

Gazeta Esportiva |

Incumbido de marcar o talentoso Neymar no clássico diante do Santos, o lateral direito Cicinho confessou que sentiu vontade de agredir o atacante adversário durante a vitória por 1 a 0 do Palmeiras no clássico do último domingo, disputado no Estádio da Vila Belmiro.

Na segunda etapa, Neymar parou do lado esquerdo do gramado e gingou na frente de Patrik antes de driblá-lo. Cicinho, que estava perto da jogada, ficou irritado. "Deu vontade de dar uma voadora nele, mas não pode. Faz parte do futebol, é o que ele sabe fazer. É a habilidade dele, a qualidade dele e ele aproveita muito bem", disse o atleta em entrevista à TV Globo.

Mais do que reclamar com o árbitro Vinícius Furlan, o atacante Neymar chegou a interpelar o lateral direito do Palmeiras diretamente durante a partida. "Eu falei: 'Porra, Cicinho! Vai dar cotovelada? Está de sacanagem?' Mas é do futebol", declarou o jogador.

Questionado sobre a acusação, o palmeirense tratou de rebater. "Como nós dois somos magrinhos, vamos com força máxima. Eu apoiei o braço no rosto dele, teve uma hora que ele deu um tapa no meu pescoço. Mas faz parte do futebol. Clássico é clássico e não tem brincadeira. Ele está reclamando, mas também bateu em mim", disse Cicinho.

Acostumado a subir ao ataque com frequência, o lateral lamentou a impossibilidade de atuar desta maneira diante do Santos. "Foi um jogo muito difícil, o Neymar é diferenciado. Eu, que sou um jogador que tem que apoiar bastante, precisei me preocupar somente em marcar e dificilmente tive a chance de apoiar", afirmou.

Com uma campanha de 11 vitórias, cinco empates e apenas uma derrota, o Palmeiras soma 38 pontos ganhos e lidera o Campeonato Paulista de forma isolada. Apesar de procurar afastar o rótulo de favorito, Cicinho admite que o Verdão está entre os principais candidatos ao título.

"Favorito, não. Estamos com os pés no chão e fazendo o trabalho direitinho, como o Felipão vem mandando. Se continuar assim, tem grande chance de ser campeão, sim", declarou. Suspenso pelo terceiro amarelo, ele está fora do jogo contra o Grêmio Prudente, no próximo sábado.

Leia tudo sobre: campeonato paulista 2011palmeirasneymar

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG