Pelo menos 29 vias serão fechadas nas proximidades do estádio. Estacionamento aumenta preço em 100%

A chuva que castigou a região do Pacaembu na tarde desta terça-feira pode atrapalhar a chegada do torcedor ao estádio no qual Ronaldo se despedirá da seleção brasileiro. O amistoso contra a Romênia , que também é a última partida antes da convocação para a Copa América, está marcado para as 21h50 (horário de Brasília).

Fiscais da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) já trabalham na região bloqueando passagens e orientam os motoristas a antecipar ao máximo a ida ao estádio. A rua Desembargador Paulo Passalágua está fechada desde o meio-dia. A rua Itápolis não tem carros desde às 8h e, segundo a CET, outras 27 vias terão bloqueio a partir das 18h30 e até 1h. O principal aceso pelo estádio será pela avenida Pacaembu, para quem vem da Zona Norte ou Zona Leste, a avenida Doutor Arnaldo, para quem segue da Zona Oeste ou da região Central. Os portões abrem às 18h50.

Pacaembu debaixo de chuva antes do amistoso da seleção
Gazeta Press
Pacaembu debaixo de chuva antes do amistoso da seleção

No local, os estacionamentos já aproveitam a importância da partida para faturar mais alto. Próximo à FAAP (Fundação Armando Álvares Penteado), estabelecimentos que cobravam R$ 50 para guardar carro durante a partida entre Santos e Cerro Porteño, há duas semanas, pela Libertadores, vão cobrar R$ 100 para a partida desta noite. Vendedores de capa de chuva festejam a água que caía e cobravam R$ 5. “Vai aumentar para R$ 10 perto do jogo”, dizia um dos vendedores

Como o jogo é evento-teste para a Copa do Mundo de 2014, os torcedores que não tiverem ingressos não terão acesso à praça Charles Miller, como ocorrer em jogos normais. Seguranças privados contratados pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) já fazem o bloqueio. Em Mundiais, toda essa parte é feita por empresas privadas, e não pela polícia, que cuida apenas da região do estádio, como é feito normalmente. No acesso ao estádio foram colocados detectores de metais, outra novidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.