Gramado está bom e comissão técnica está preocupada porque terá que treinar quase todos os dias em dois períodos

Jogadores treinam em gramado ao lado dos campos principais
Mowa Press
Jogadores treinam em gramado ao lado dos campos principais
Os 17 jogadores de linha da seleção brasileira fizeram um trabalho físico, na manhã desta quinta-feira no hotel que a delegação está concentrada em Los Cardales (a 60 km de Buenos Aires), em um gramado ao lado dos dois campos de treino. A comissão técnica está preocupada que a chuva que castiga a região norte da província de Buenos Aires nos últimos dias danifique a grama, já que os treinamentos ocorrerão na maioria dos dias em dois períodos. Por isso poupou os gramados, que estão em bom estado, nesta manhã.

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) decidirá em 29 de junho, próxima quarta-feira, se vai liberar na o reconhecimento do gramado, na véspera das partidas, dos estádios que receberão os jogos da Copa América. Mano Menezes já avisou que pretende realizar coletivos, o que requer usar todo o campo.

Por causa da chuva, a Conmebol pode pedir para que apenar parte do gramado seja utilizado, o que faria treinasse no hotel em Cardales até um dia antes dos jogos. O Brasil estreia dia 3 de julho, contra a Venezuela, no Estádio Único de La Plata (60 km da capital), dois dias depois de a Argentina jogar no mesmo lugar na abertura do torneio, contra a Bolívia.

Somente os três goleiros trabalharam nos campos grandes nesta quinta. Comandados pelo preparador físico Carlinhos Neves, os jogadores de linha foram divididos por posição e fizeram um trabalho para aprimorar a resistência. Laterais corriam baterias de 25 metros, zagueiros e meias de 20 metros e atacantes piques de 15 metros.

Os santistas Elano, Paulo Henrique Ganso e Neymar, campeões da Libertadores na noite desta quarta-feira , chegam à Argentina na noite desta quinta (desembarque será 21h50, no Aeroparque de Buenos Aires).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.