Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Chelsea quer vingança contra o Manchester pela final de 2008

Times já decidiram o título de uma Liga dos Campeões recentemente e agora vão se encontrar novamente

Gazeta Esportiva |

Chelsea e Manchester United fazem o clássico das quartas-de-final da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira, às 15h45 (horário de Brasília). Jogando no Stamford Bridge, os "Blues" querem a vitória para levar um bom resultado para a partida de volta, mas principalmente jogam para mostrar que a equipe pode sim conquistar esta tão sonhada taça.

Desde que o russo Roman Abramovich assumiu o comando acionário do clube londrino em 2003, a a Liga tem sido sua grande obsessão. Na temporada 2007/08 o clube teve sua maior chance de realizar o feito, chegou à final, mas acabou superado nas cobranças de pênaltis pelo próprio Manchester United. Por isso o jogo desta quarta tem sabor de vingança para o Chelsea.

O Chelsea tem boas notícias para o técnico Carlo Ancelotti, a equipe não tem problemas com lesões. Tirando Alex e Benayoun, que já se recuperaram, mas ainda não devem jogar, o clube não terá desfalques. Dor de cabeça boa para o treinador, que ainda faz mistério sobre quem estará no comando de ataque dos "Blues".

Ele tem duas vagas para escolher entre Fernando Torres, Nicolas Anelka e Didier Drogba. O Chelsea tem a seu favor também o retrospecto recente jogando no Satmford Bridege contra o Manchester United. A equipe não sabe o que perder para os "Red Devils" em seu estádio há 10 jogos. São seis vitória e quatro empates, a última vitória do Manchester aconteceu em 2002.

Ancelotti ainda classificou esse reencontro entre as duas equipe na Champions como destino e disse que o Chelsea irá vencer a competição. "É como quando o Milan (time que treinava) encontrou o Liverpool na final dois anos após perdemos para eles. Era nosso destino ganhar", comparou o técnico. O italiano quer aproveitar a lembrançaa da final de 2008 para motivar seus jogadores. "É claro que se John Terry for lembrar daquela partida ele não ficará feliz, mas isso vai o motivar para vencer", finalizou o treinador. O capitão dos "Blues" perdeu o pênalti que daria o título inédito ao Chelsea.

Se na equipe londrina o pensamento é de revanche, o Manchester busca reverter os recentes duelos frente ao rival. O Chelsea venceu as três últimas partidas pela Premier League. O zagueiro Vidic admitiu que isso pode pesar no confronto. "Eles largam com uma pequena vantagem psicológica", disse ele. O atacante Owen completou: "Apesar disso, o Chelsea não nos assusta", garantiu.

"Uma hora nossa sorte vai mudar, esperamos que seja nesse jogo", completou Owen. A equipe de sir Alex Fergunson garantiu que lutará o tempo todo, mas o treinador não ajudou muito no clima do grupo quando deu uma declaração defendendo o atacante rival, Torres, das recentes críticas.

"O questionamento sobre a qualidade de Torres é ridícula. Claro que ele é um grande jogador e que voltará a marcar, só espero seja após nosso duelo", disse Fergunson. O treinador tem alguns problemas para escalar sua equipe. Rooney, astro da equipe, perdeu o último treino da equipe, na manhã de terça-feira, devido a uma lesão. Os "Red Devils", no entanto, esperam contar com o atacante.

Problemas também na zaga do Manchester. Ferdinand está machucado e não deve enfrentar o Chelsea. As duas equipes criaram uma grande rivalidade. Manchester e Chelsea dominam o Campeonato Inglês nos últimos sete anos. Batalha de gigantes.

Ficha Técnica
Chelsea x Manchester United

Local: estádio Stamford Bridge, em Londres (ING)
Data: 06 de abril de 2011
Árbitro: Alberto Undiano Mallenco (ESP)
Assistentes: Fermin Martinez Ibanez e Juan Carlos Yuste Jiménes (ESP)
Assistentes adicionais: Fernando Teixeira Vitienes e Carlos Clos Gomes (ESP)

Chelsea: Cech; Cole, Terry, David Luiz (Ivanovic) e Bosigwa; Malouda, Lampard, Essien e Ramires; Torres e Anelka (Drogba)
Técnico: Carlo Ancelotti

Manchester United: Van der Sar; Evra, Vidic, Samalling e Fábio; Nani, Scholes, Carrick e Valencia; Chicarito e Rooney (Berbatov)
Técnico: Alex Ferguson

Leia tudo sobre: futebol mundialchelseamanchester unitedinglaterraliga

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG