Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Chefe de rede de combinação de resultados na Alemanha é condenado

Sapina confessou ter subornado jogadores, técnicos e árbitros e ter ganhado com isso cerca de 2,3 milhões de euros

EFE |

A Procuradoria da cidade de Bochum condenou nesta quinta-feira a cinco anos e meio de prisão o empresário Ante Sapina, principal responsável por uma rede de apostas que manipulou aproximadamente 50 jogos, entre eles alguns da Liga dos Campeões e das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010.

Sapina confessou ter subornado jogadores, técnicos e árbitros e ter ganhado com isso cerca de 2,3 milhões de euros, entre os anos 2008 e 2009. Além do empresário, foram condenados dois cúmplices, sendo que um deles também ficará preso por cinco anos e meio, enquanto o outro terá um ano e meio de liberdade assistida.

Os três estavam em liberdade provisória desde abril, quando apresentaram confissão completa das operações. Esse não é o primeiro processo contra a rede de apostas chefiada por Sapina. Também em abril, outros três envolvidos foram condenados a penas que vão de 11 meses a três anos de prisão.

A Procuradoria de Bochum abriu processo contra o empresário e seus cúmplices devido à suspeita de que eles arranjaram os resultados de partidas em países como Alemanha, Suíça, Áustria, Bélgica, Turquia, Hungria, Eslovênia, Croácia e Canadá.

A rede também foi acusada de manipular os confrontos entre Liechtenstein e Finlândia, pelas Eliminatórias para a Copa de 2010, e entre Debreceni e Fiorentina, pela Liga dos Campeões da temporada 2009/2010, além de vários pela Liga Europa.

 

Leia tudo sobre: Futebol MundialAlemanhaSuborno

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG