Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Chateado, Martelotte recusa entrevista e omite assunto Muricy

Após reunião com a diretoria, treinador não aceitou a falar sobre Muricy Ramalho no embarque ao Chile

Samir Carvalho, iG Santos |

Uma reunião entre os dirigentes do Santos e o técnico Marcelo Martelotte deixou o interino abalado minutos antes do embarque da delegação santista para o Chile nesta segunda-feira. Visivelmente chateado, Martelotte foi o último a deixar o Hotel Recanto dos Alvinegros, no CT Rei Pelé, e chegou a comunicar via assessoria de imprensa que não concederia entrevista no embarque.

No entanto, o treinador interino voltou atrás da decisão e combinou com os jornalistas presentes no embarque, que aceitaria a conceder entrevista com a condição de não falar sobre a possível chegada de Muricy Ramalho para assumir a equipe em seu lugar.

Além de Martelotte, estiveram presentes na reunião o diretor de futebol, Pedro Luis Nunes Conceição, e o gerente de futebol, Ney Pandolfo. Os dirigentes evitaram falar sobre Muricy Ramalho, pois estão preocupados em atrapalhar a concentração da comissão técnica e do elenco para o duelo contra o Colo Colo.

“Passamos toda tranquilidade para o Marcelo fazer o trabalho dele. Já conversamos com o Marcelo, ele sabe o que a diretoria pensa, mas sempre existe essa possibilidade (contratar um treinador)”, afirmou Pedro Luis.

Após a saída de Muricy Ramalho do Fluminense, a diretoria santista começou a dar um ‘prazo de validade’ para Martelotte: o treinador está confirmado no cargo até o jogo contra o Bragantino no próximo domingo, em Bragança Paulista.

“Até a partida contra o Bragantino o Marcelo dirige a equipe, não passamos nada além disso para ele. Temos essas partidas decisivas e o foco é apenas nelas”, disse o gerente de futebol, Ney Pandolfo, que despistou ao falar sobre a reunião com Martelotte.

“Tivemos algumas conversas durante a semana e hoje nos reunimos para passar algumas reuniões de jogo. Eu, o Pedro e o Marcelo falamos sobre o jogo no Chile, até porque o Pedro não viajará conosco”, concluiu.

 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG