Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Chacoalhada de Ricardo Gomes no intervalo leva Vasco à vitória

Técnico arrumou o posicionamento do time e pediu que jogadores controlassem a ansiedade no segundo tempo

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Nada como uma chacoalhada no intervalo para o Vasco acertar o posicionamento e buscar uma virada empolgante como a desta noite, em São Januário, contra o ABC. O técnico Ricardo revelou que precisou controlar a ansiedade dos jogadores e mudar a postura tática da equipe para conseguir a classificação na Copa do Brasil. O time perdia por 1 a 0 no primeiro tempo e depois de muita insistência, chegou à vitória: 2 a 1.

“Abandonamos o Allan na lateral direita. O Eder Luis não encostava nele e o Rômulo ficou muito isolado no meio. O time não estava compacto. Além disso, tentamos resolver tudo na base da ansiedade, com chutes de longe. Conversei com eles e no segundo tempo o time foi outro”, comentou Ricardo Gomes.

O Vasco, de fato, voltou mais organizado nos 45 minutos finais. Ele encostou Eder Luis em Allan e Fellipe Bastos em Rômulo. O time estava menos nervoso e mais consciente. Após o gol de empate, aos 7 minutos, a equipe cresceu na partida. O placar de 0 a 0 em Natal dava a vantagem ao ABC de jogar pelo empate acima de um gol.

O jogo, assim, ganhou contornos dramáticos característicos de Copa do Brasil, quando gol fora vale dois no critério de desempate. Para alívio vascaíno, Tiago Garça foi expulso pelo pênalti cometido em Ramon. Com um jogador a mais e empurrado pela torcida, a virada, segundo Gomes, viria desde que não houvesse afobação.

“A gente vinha jogando de forma errada, com quatro jogadores na frente, fazendo a mesma função: Felipe, Diego Souza, Alecsandro e Eder Luis. Não criamos, não oferecemos tanto perigo. Bato na tecla da falta de organização. O time acertou o posicionamento e a coisa andou. A expulsão também nos ajudou. Pelo menos foi alguma coisa nosso favor, né, já que eles tinham o empate e resultado debaixo do braço. Só que nós, com um homem a mais, fizemos a diferença. Mas foi difícil", destacou Gomes.
 

Leia tudo sobre: VascoRicardo Gomescopa do brasilabc

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG