Vitória fora de casa garantiu a 11ª vitória da equipe paulista, que tem 36 pontos e lidera a competição

Mostrando maturidade de líder de campeonato, a Portuguesa não se intimidou com a pressão da Ilha do Retiro e conseguiu mais um importante resultado na caminhada de volta à primeira divisão. Apostando nos contra-ataques, a equipe paulista venceu o Sport por 3 a 2, com gols de Marco Antônio , Henrique e Edno . Willians e Maylson descontaram, todos no segundo tempo.

Com o resultado, o time do técnico Jorginho alcançou a 11ª vitória em 16 jogos na Série B do Campeonato Brasileiro , chegando aos 36 pontos e mantendo os quatro de vantagem sobre a vice-líder Ponte Preta . Enquanto isso, o Sport estacionou nos 23 e perdeu a chance de chegar ao G-4.

Na próxima rodada, os paulistas terão pela frente o Vila Nova , em casa, enquanto os pernambucanos visitam o Americana . Ambas partidas serão realizadas na terça-feira.

Portuguesa chegou a 36 pontos em 16 jogos e mantém a folga na liderança da Série B
AE
Portuguesa chegou a 36 pontos em 16 jogos e mantém a folga na liderança da Série B
O jogo

Como era de se esperar, o Sport começou o duelo aproveitando-se do calor da Ilha do Retiro para pressionar o adversário, que, bem montado pelo técnico Jorginho, ficou atrás e esperou pelas chances de contra-ataque. E foi em um dessas que Ananias, aos sete minutos, arriscou de fora da área e exigiu a primeira defesa do goleiro Magrão.

Na resposta, após levantamento na área, Junior Viçosa ajeitou para Gabriel bater. O zagueiro pegou firme e Weverton fez grande defesa, impedindo o primeiro dos donos da casa. Depois disso, o time pernambucano mantinha a posse de bola e o posicionamento ofensivo, mas pouco ameaçava o gol adversário.

Até o final do primeiro tempo, a melhor chance foi para Portuguesa, já nos acréscimos. Um cruzamento fechado quase enganou Magrão, que apenas observou a bola passar raspando o seu travessão.

Já na etapa final, as duas equipes vieram mais dispostas a sair da igualdade. Logo no começo, aos seis minutos, Willians, que havia entrado no lugar de Paulista, arrancou, passou por dois e serviu Marcelinho Paraíba. O meia ajeitou e bateu firme para mais uma boa defesa de Weverton.

A resposta dos visitantes, no entanto, foi certeira. Marco Antônio bateu falta perfeita, da ponta da grande área, no ângulo de Magrão, que ainda tocou na bola, mas não pôde evitar o belo primeiro gol.

Os rubro-negros se lançaram ao ataque, mas acabaram sofrendo as conseqüências de encarar o líder do campeonato. Em contragolpe pela esquerda, Edno arriscou, Magrão espalmou para o meio da área e Henrique apareceu para, como centroavante, ganhar do zagueiro e empurrar para as redes.

Logo depois o Sport ainda deu sinais de vida ao marcar o primeiro, quando Willians aproveitou confusão na área e chutou de dentro da pequena área, mas a reação parou por aí. Aos 39, Ananias invadiu a área pela esquerda e foi derrubado por Hamilton. Pênalti que Edno cobrou com força e guardou o seu nono gol no torneio.

Ainda antes do fim, aproveitando lance confuso em rebote de Weverton, Maylson conseguiu o segundo, mas os anfitriões não conseguiram estragar a festa da líder em território adversário.

FICHA TÉCNICA
SPORT 2 X 3 PORTUGUESA

Local: Estádio da Ilha do Retiro, no Recife (PE)
Data: 13 de agosto de 2011, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Thiago Gomes Brígido (CE) e Michael Correia (RJ)
Cartões Amarelos: Thiaguinho, Wellington Saci, Hamilton e Maylson (Sport); Leandro Silva, Mateus e Ferdinando (Portuguesa)
Gols: SPORT: Willians, aos 27, e Maylson, aos 46 minutos do segundo tempo
PORTUGUESA: Marco Antônio, aos 12, Henrique, aos 24, e Edno, aos 39 minutos do segundo tempo

SPORT: Magrão; Thiaguinho, Tobi, Gabriel e Wellington Saci; Hamilton, Rithelly, Diego Torres (Bruno Mineiro) e Marcelinho Paraíba (Maylson); Paulista (Willians) e Junior Viçosa
Técnico: Mazola Júnior

PORTUGUESA: Weverton; Luís Ricardo, Mateus, Rogério (Leandro Silva) e Marcelo Cordeiro; Ferdinando (Renato), Boquita, Henrique, Marco Antônio (Ivo) e Ananias; Edno
Técnico: Jorginho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.