Tamanho do texto

Times se enfrentam neste domingo, às 16h, no Engenhão, em mais um capítulo da rivalidade entre os clubes

Ronaldinho conversa com Luxemburgo
Agência FotoBR
Ronaldinho conversa com Luxemburgo
Cercado de escritas , personagens e uma intensa rivalidade, acirrada com decisões nos últimos anos, Flamengo e Botafogo se enfrentam neste domingo, às 16h, no Engenhão, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. A preocupação é tanta com o clássico, que os dois treinadores fizeram treinamentos fechados durante a semana, aumentando o mistério , criando um clima de decisão para o confronto.

Siga o iG Flamengo no Twitter e receba as informações em tempo real

Do lado do Flamengo, o técnico Vanderlei Luxemburgo ainda sofre com a falta de afirmação de um atacante. Desta vez, Deivid deve ser o escolhido para começar o jogo, depois de fazer o gol do time no empate em 1 a 1 com o Atlético-PR , na rodada passada, ficando com a vaga de Wanderley . Além disso, a busca é pelo fim da série de empates, afinal foram três seguidos no Brasileiro, deixando o time na 11 a colocação, com seis pontos.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba as informações em tempo real

“Não muda muito para a gente. Já conhecemos o estilo do Deivid. Temos é que fazer a nossa parte em campo e começar uma sequência de vitórias já nesse jogo com o Botafogo”, comentou Thiago Neves , artilheiro do Flamengo na temporada, com 10 gols, três a mais do que Deivid, Wanderley e Ronaldinho Gaúcho .

Entre para a Torcida Virtual de Botafogo e Flamengo e convide seus amigos

Luxemburgo lembrou que o Botafogo é um time diferente daquele que perdeu para o Flamengo por 2 a 0 na fase de classificação da Taça Rio. Com reforços importantes, o adversário conseguiu bons resultados e começou a se consolidar como equipe nas primeiras rodadas do Brasileiro.

“Está um time diferente. O Maicosuel voltou, o Elkeson está se saindo bem. Eles ainda têm o Renato para entrar”, comentou Luxemburgo. “Espero que seja um grande jogo. Essa rivalidade cresceu muito nos últimos anos com as decisões dos campeonatos cariocas e até incomoda mais do que com o Vasco hoje em dia”.

O Botafogo está melhor colocado do que o Flamengo, somando sete pontos, em quinto. Mas tem motivos de sobra para ter uma carga emocional sobre os ombros. A última vitória sobre o rival em Brasileiros aconteceu em 2000. De lá para cá, foram oito derrotas e oito empates. Outro tabu a ser quebrado é o fato de nunca ter vencido o clássico no Engenhão.

“Estamos implantando uma ideia de futebol e isso não vai mudar por conta do adversário. Com a bola, sempre temos que ser uma equipe com coragem”, afirmou Caio Júnior, consciente da qualidade individual dos jogadores do Flamengo. “Temos que levar bastante em consideração esse fator. Se entendermos a parte tática, a construção de equipe deles, temos uma chance maior de vencer”, emendou.

Maicosuel concentrado para o clássico
Satiro Sodré/Divulgação
Maicosuel concentrado para o clássico
Um dos principais personagens desse clássico, Maicosuel sabe como é importante para a confiança do time e da torcida uma vitória sobre o Flamengo. O resultado positivo manterá o Botafogo entre os primeiros colocados do Brasileiro e dará ainda mais força para a sequência da competição.

“Do lado de lá tem jogadores consagrados que estão tentando voltar a um patamar de seleção brasileira, outros que são novos e já são consagrados também, como é o caso do Thiago Neves. É um exemplo para nosso time, que tem muitos jovens. Serve de inspiração para ver até onde podemos chegar. Se eu conseguir pelo menos 10% do que o Ronaldinho Gaúcho conquistou, por exemplo, vai ser ótimo, pois ele é fantástico”, Maicosuel.

FICHA TÉCNICA - FLAMENGO X BOTAFOGO
Local:
Engenhão, no Rio de Janeiro
Data:
19 de junho de 2011, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Assistentes: Ediney Guerreiro Mascarenhas e Rodrigo Henrique Correa (ambos do RJ)

Flamengo: Felipe, Leonardo Moura, Welinton, David e Júnior César; Willians, Renato, Bottinelli e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Diego Maurício)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Botafogo: Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Lucas Zen, Maicosuel, Elkeson e Everton; Herrera
Técnico: Caio Júnior

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.