Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

"Centenário paralelo" de Andrés será posto à prova no Dérbi

Levando-se em conta o discurso do presidente corintiano, Paulistão ainda vale como título de aniversário

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Além de superar um rival histórico e se classificar para a decisão do Campeonato Paulista, o Corinthians tem contra o Palmeiras, domingo no Pacaembu, um compromisso com seu presidente Andrés Sanchez. Passa por este e pelos possíveis dois jogos da final do Paulistão o título que falta ao centenário corintiano.

Bom, pelo menos no centenário particular criado por Sanchez e que teve até Ronaldo fazendo coro no final de 2010, ano em que o Corinthians completou 100 anos e passou em branco.

Quando o Corinthians caiu para o Flamengo nas oitavas de final da Libertadores de 2010, em maio, o discurso padrão dos dirigentes corintianos sobre a possível falta de títulos no centenário do clube era de que o Brasileiro estava logo ali e que um sonhado título no ano histórico ainda poderia ser conquistado.

Com a taça indo para o Fluminense e 2010 acabando, restou a Ronaldo e Andrés Sanchez esticarem o ano do centenário até 1º de setembro deste ano, data em que o Corinthians comemorará 101 anos. “O Corinthians completou 100 anos no dia 1º de setembro. Então até 1º de setembro de 2011 é ano do centenário ainda”, disse Sanchez no final dedezembro.

AP
Ronaldo em ação contra o Tolima, seu último jogo como profissional

“O centenário acaba só em setembro (de 2011) ainda dá para ser campeão no centenário”, fez coro Ronaldo, após o empate contra o Goiás, na última rodada do Brasileirão em dezembro.

A ideia era que a Libertadores de 2011 fosse comemorada como o título do centenário corintiano já que em tese o clube ainda teria 100 anos quando o título fosse conquistado. Veio o Tolima, a eliminação precoce em fevereiro, a aposentadoria de Ronaldo e nada de título.

Desta forma, não resta outra alternativa ao Corinthians para comemorar uma conquista no seu centenário de 20 meses (entre 2010 e agosto de 2011) do que passar pelos seus rivais tradicionais nesta reta final do Campeonato Paulista. A primeira parada será contra o Palmeiras.

Milton Trajano
Segundo Andrés Sanchez, o centenário corintiano vale até 1º de setembro deste ano

Leia tudo sobre: CorinthiansCampeonato Paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG