Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Centenário corintiano sem títulos é alvo de piadas no Twitter

Clube foi eliminado nas três competições que disputou em 2010 e ¿sina dos 100 anos¿ atinge mais um grande brasileiro

Pedro Taveira, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882014833&_c_=MiGComponente_C

O fracasso do Corinthians no ano de seu centenário virou alvo de piadas de torcedores rivais. Depois do quinto lugar no Paulistão e da queda nas oitavas de final da Libertadores, que era a obsessão do clube em 2010, a terceira colocação no Brasileirão foi a deixa para uma série de brincadeiras no Twitter.

Perder um título é humano, perder todos é corintiano, Corinthians: dormiu em segundo, sonhou com primeiro, acordou em terceiro e Queridos amigos, não chorem, afinal de contas vocês foram campeões da Formula Truck são algumas das piadas postadas no microblog. A palavra-chave #centernada se tornou uma das mais comentadas no Twitter em todo o mundo nesta segunda-feira.

Até alusão ao Fantástico, programa da TV Globo em que os atacantes pedem para ouvir uma música após marcarem três gols em uma partida, foi utilizada. O Corinthians perdeu três campeonatos nesse ano. Pode pedir música no Fantástico dizia uma das brincadeiras. Por fim, surgiram sugestões de que o título brasileiro teria sido comprado. Corinthians já começa a procurar o Procon. Comprou o campeonato, mas não levou.

Piadas à parte, por mais que o presidente Andrés Sanchez diga que o centenário corintiano só termine em 1º de setembro de 2011, é fato que o clube deixou a desejar em 2010, ano em que completou 100 anos de existência. Para a Libertadores, especificamente, a expectativa era enorme.

Garantido na competição continental desde julho de 2009, os ingressos para os jogos na primeira fase começaram a ser vendidos antes do final da temporada passada, quando nem data ou adversários estavam definidos. Já no início deste ano, foram contratados nomes de peso como Roberto Carlos, Danilo, Iarley e Tcheco.

No primeiro semestre, o Corinthians desprezou o Paulistão e foi eliminado na primeira fase. Na Libertadores, após passar sem problemas pela primeira fase, caiu diante do Flamengo em pleno Pacaembu logo no primeiro mata-mata, acabando com o maior sonho corintiano em 2010.

Restava, então, o Brasileirão para salvar o ano. O time esteve sempre entre os candidatos ao troféu e liderava a competição a três rodadas do fim. O tropeço diante do Vitória em Salvador, somado ao triunfo do Fluminense sobre o São Paulo, tirou a equipe da ponta. Para piorar, o empate com o Goiás no último domingo derrubou o clube para a terceira posição e o obrigará a jogar a pré-Libertadores em 2011.

Sina dos centenários
Passar em branco no ano do centenário não é coisa nova para os grandes clubes brasileiros. Desde 1995, quando o Flamengo completou 100 anos, sete clubes além do Corinthians chegaram à marca centenária. Destes, apenas o Vasco, campeão da Libertadores em 1998 foi bem sucedido.

Há 15 anos, a diretoria flamenguista juntou Sávio, Romário e Edmundo no elenco, no que ficou conhecido como ataque dos sonhos. O time, no entanto, não ganhou nenhum título. Em 2002, foi a vez do Fluminense, que até levou o Campeonato Carioca, mas não conquistou nada de expressão nacional ou internacional. Em 2004, o Botafogo completou 100 anos e brigou até o fim do Brasileirão para não cair, a exemplo do Atlético-MG de 2008. No ano passado, o Internacional levou apenas o Gaúcho.

Mas nenhum dos casos foi mais trágico do que o do Coritiba. Em 2009, o clube amargou as eliminações no Paranaense e na Copa do Brasil. Para piorar, terminou a temporada rebaixado à Série B do Brasileirão e viu seus torcedores depredarem o estádio Couto Pereira em verdadeira batalha campal.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG