Goleiro falhou mais uma vez na derrota da sua equipe no Morumbi. Cariocas subiram para a 3ª colocação no Brasileiro

O Botafogo se aproveitou do momento instável que o São Paulo vive depois de ser goleado no último domingo e derrotou o até então líder do Campeonato Brasileiro dentro do estádio do Morumbi por 2 a 0. Com o resultado, o time alvinegro subiu para 3ª colocação do Brasileirão, enquanto os donos da casa perderam a liderança para o Corinthians, que venceu o Bahia nesta quarta-feira.

Siga o iG São Paulo e o iG Botafogo no Twitter

Com os muitos desfalques, o técnico Paulo César Carpegiani colocou Willian José no ataque e Ilsinho na lateral direita, deslocando Jean para a função de volante. A tática não funcionou muito, já que o Botafogo foi superior durante todos os 45 minutos iniciais. Elkeson e Maicosuel tomaram conta do meio de campo, enquanto a defesa segurava bem o ataque dos donos da casa.

Entre para a Torcida Virtual do seu time do coração e convide os amigos

E foi justamente Elkeson que abriu o placar para o Botafogo, numa falha reconhecida de Rogério Ceni, que não conseguiu segurar uma bola fraca no canto esquerdo. Na saída para o intervalo, o capitão são-paulino admitiu seu erro no tento. No segundo tempo, logo no começo, Luiz Eduardo derrubou Maicosuel na área e o árbitro marcou pênalti, convertido por Herrera. Com os 2 a 0 adversos e com Rivaldo em campo, o São Paulo pressionou, mas parou na sólida zaga do rival.

O São Paulo volta a campo daqui uma semana, na quarta-feira que vem, quando enfrenta o Flamengo, no Rio de Janeiro. No dia seguinte, também no estádio do Engenhão, o Botafogo recebe o Atlético-GO.

null

O jogo
Apesar do frio na capital paulista, a partida começou quente. Logo aos 20 segundos, após bobeira da marcação do Botafogo, Willian José arriscou de fora, ao lado do goleiro Renan. A resposta dos cariocas veio de imediato, aos dois minutos. Herrera recebeu cruzamento da esquerda e, já dentro da área, finalizou no meio do gol para boa defesa de Rogério Ceni.

Com Ilsinho jogando de lateral direito e Jean como volante, o São Paulo tinha dificuldades para segurar o Botafogo. Melhor no duelo, os visitantes assustaram mais uma vez aos 19 minutos. Depois de cobrança de falta para área, Elkeson apareceu livre para cabecear, mas o goleiro são-paulino estava atento e encaixou a bola.

A partir daí, os anfitriões igualaram as ações e passaram a pressionar o Botafogo. Casemiro chegou a balançar as redes do rival aos 29 minutos, mas o juiz marcou impedimento no lance. Na sequência, após boa trama de Marlos e Fernandinho, o atacante tentou encontrar Willian livre na área, mas a defesa botafoguense mandou para escanteio.

No Morumbi, o Botafogo bateu o São Paulo
Vipcomm
No Morumbi, o Botafogo bateu o São Paulo
Aos 35 minutos, quando o São Paulo dominava o jogo, o placar foi movimentado a favor do Botafogo. Num chute despretencioso de Elkson de fora da área, Rogério Ceni caiu lentamente para o canto esquerdo e não conseguiu segurar a bola. A torcida carioca comemorou bastante e ainda chamou o goleiro adversário de "frangueiro".

O São Paulo tentou empatar logo em seguida, após duas cobranças de escanteio. Mas, nas duas ocasiões, a bola passou por toda extensão da área e ninguém completou. Quando o juiz apitou o fim do 1º tempo, a torcida vaiou e xingou Carpegiani de "burro", além de pedir a presença de Rivaldo no jogo. Já o goleiro Rogério Ceni admitiu, na descida para o vestiário, que falhou no tento do adversário: "O erro foi meu, 1 a 0 para eles e acabou", disse o capitão.

Se as coisas estavam difíceis para o São Paulo, elas pioraram logo no começo da etapa final. Maicosuel recebeu na área, tentou driblar Luiz Eduardo, mas foi derrubado pelo zagueiro. Pênalti, que Herrera bateu para fazer 2 a 0, aos seis minutos. De imediato, Carpegiani sacou Ilsinho e Fernandinho para colocar Rivaldo e Henrique.

No primeiro lance de Rivaldo na partida, o meia recebeu de Juan na entrada da área e bateu de esquerda, longe do gol, mas o suficiente para arrancar aplausos dos torcedores. No minuto seguinte, o camisa 10 descolou um belo lançamento para Marlos, que fintou a marcação e cruzou para Willian, mas o atacante não alcançou a bola.

nullO São Paulo continuou acuando o Botafogo em seu campo de defesa, enquanto o alvinegro tentava explorar os contra-ataques. Marlos teve duas boas oportunidades para diminuir, mas chutou por cima na primeira chance e parou no goleiro Renan na segunda.

Depois de marcar o segundo gol, o Botafogo só voltou a assustar aos 35 minutos do segundo tempo. Herrera recebeu bom passe na área e finalizou na rede pelo lado de fora. Minutos mais tarde, Caio ganhou na velocidade da marcação são-paulina e chutou com perigo sobre o gol de Rogério, que já estava vendido.

Com os gritos de "olé" da sua torcida, que compareceu em bom número ao Morumbi, o Botafogo só administrou o resultado para garantir os três pontos. A torcida do São Paulo voltou a chamar o técnico Carpegiani de "burro" após o fim do duelo.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 x 2 BOTAFOGO

Local : Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data : 29 de junho de 2011 (Quarta-feira)
Horário : 21h50 (de Brasília)
Árbitro : Elmo Resende Cunha (GO)
Assistentes : Fabrício da Silva (GO) e Cristhian Sorence (GO)
Cartões amarelos : Rodrigo Souto, Willian José (SP); Somália, Renan, Antônio Carlos (BOT)
Público : 8.361 pagantes e 98 crianças não-pagantes
Renda : R$ 185.419,00 (bruto) e R$ 107.613,14 (líquido)

GOLS
Botafogo : Elkeson, aos 35' do 1º tempo; Herrera, aos 6' do 2º tempo.

SÃO PAULO : Rogério Ceni; Jean, Xandão, Luiz Eduardo e Juan; Rodrigo Souto, Casemiro, Ilsinho (Rivaldo) e Marlos; Fernandinho (Henrique) e Willian José. Técnico : Paulo César Carpegiani

BOTAFOGO : Renan, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo (Marcos Vinícius); Lucas Zen, Somália, Everton (Cidinho), Elkeson e Maicosuel (Caio); Herrera. Técnico : Caio Junior

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.