Em programa de tv, treinador ainda disse que teve “muito peito” de ter assumido o Internacional em 2010

Ainda desempregado, Celso Roth, ex-técnico do Inter , participou nesta quarta-feira do programa Arena Sportv. Sua recente passagem pelo clube gaúcho foi o assunto mais abordado. O treinador disse que não se arrepende de nada na histórica derrota do Inter para o Mazembe na semifinal do Mundial de clubes 2010.

“Se me perguntarem se eu voltaria atrás em alguma coisa que fiz no Mundial, eu responderia: não! O time entrou muito bem contra o Mazembe. Vocês podem achar que não, mas eu faço a análise com a razão. Dominamos o primeiro tempo, aí tivemos uma autossuficiência e levamos dois gols totalmente fora do contexto”, relembrou.

Ele voltou a dizer que ficou surpreso com a sua demissão em 2011. Celso deixou o comando do Inter em abril após uma derrota para o Jaguares na Copa Libertadores. Ele havia perdido apenas dois jogos na temporada, mas o time seguia sem empolgar. A pressão da torcida, que já queria a sua demissão após o Mundial, acabou sendo determinante.

Surpreendente foi a declaração do técnico sobre a sua vinda ao Inter. Roth treinava o Vasco. Recebeu o convite dos gaúchos, que já estavam classificados para semifinal da Libertadores de 2010. Ele teve mais de um mês para se preparar para a semifinal e a final da competição, mas definiu a troca de time como um ato de coragem.

“Chegamos no Internacional assumindo o lugar do Fossati em uma semifinal de Libertadores. Costumam falar que só joguei dois jogos, mas foi muito peito sair do Vasco pra assumir o Internacional nessa condição. Isso ninguém fala”, disse.

Roth preferiu não falar sobre a atualidade do Inter. Falcão foi contratado como seu substituto apenas dois dias depois.

“Não surpreendeu a escolha pelo Falcão porque existia toda uma pressão local. Já se sabia da vontade do Falcão de ser treinador, não especificamente do Inter, mas da vontade dele. As escolhas são feitas pela direção do clube. Se ele tem condição, ou não, não sou eu que tem que julgar”, completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.