Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Celso Roth defende decisão e pede respeito à Mário Fernandes

Técnico do Grêmio disse que se comandasse a seleção brasileira chamaria o zagueiro novamente

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

A entrevista coletiva de Celso Roth teve um único assunto: Mário Fernandes. Por cerca de 30 minutos, o treinador do Grêmio foi questionado sobre a recusa do zagueiro em defender a seleção brasileira.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Irritado com a repercussão do caso, o comandante defendeu o jogador. Pediu respeito à decisão tomada. E disse que até o convocaria novamente caso estivesse no cargo de Mano Menezes.

“Conversei com ele e o que foi dito é nosso. Minha opinião é a opinião do clube, que foi revelada ontem. Se ele tem um problema pessoal é melhor que diga. Na minha opinião, vocês estão deixando para lá e não entendendo que é um procedimento pessoal. Ele tem isso. Não está existindo respeito por parte de ninguém numa hora dessas”, disse Celso Roth.

Então, gestos e expressões pautaram todas as respostas sobre o caso. A única resposta mais elaborada foi sobre como reagiria se fosse o treinador do Brasil:

“Se eu fosse treinador da seleção brasileira, soubesse dos motivos do jogador, e estou sendo educado pois a situação é hipotética, não sou o treinador, e mantivesse a condição técnica elevada, eu o chamaria novamente".

O Grêmio volta a treinar em dois turnos na quarta-feira. Com Mário Fernandes...

Leia tudo sobre: grêmiobrasileirão 2011mário fernandes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG