Tamanho do texto

Treinador comandará equipe no Gre-Nal. Caio Júnior é o mais cotado para substituí-lo

Celso Roth teve 47% de aproveitamento na quarta passagem pelo Grêmio
AE
Celso Roth teve 47% de aproveitamento na quarta passagem pelo Grêmio
Celso Roth anunciou, na tarde desta terça-feira, que não permanecerá no Grêmio em 2012. Por uma questão pessoal, colocada e aceita pela direção, o treinador encerrará o trabalho no clássico Gre-Nal, domingo, no Beira-Rio. Caio Júnior é o mais cotado para substituí-lo .

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

O treinador pediu a palavra antes de começar a sua entrevista coletiva:

"Antes de qualquer pergunta vou fazer um comunicado: vou cumprir meu contrato que vai até 31 de dezembro de 2011 e quero dizer que não continuarei no ano que vem. É uma decisão que foi tomada por mim em conjunto com a direção.”

Confira a classificação e os próximos jogos do Brasileirão

O empresário Jorge Machado, representante do treinador, havia dito que a entrevista iria definir o futuro do seu cliente . Então, o treino foi um indicativo. Começou com atraso de 30 minutos, afinal, ele anunciou a decisão ao grupo de jogadores. Durante o trabalho se manteve calmo e quieto só observou o coletivo entre reservas e juniores.

“É um ciclo que se encerra. Fui contratado para um objetivo de tirar o time da situação perigosa. Chegamos à Sul-Americana. Aí, se encerra o ciclo. Fomos contratados por um objetivo de sair de uma situação perigosa, mas a classificamos para a Sul-Americana. Poderia ser melhor, claro, mas só não é muito para quem alcança”, completou Roth.

Roth foi contratado em 4 de agosto. Afastou o perigo de rebaixamento e flertou com a Libertadores. Porém, o jejum de cinco jogos (aproveitamento de 13% em novembro) e os tropeços diante de Ceará e Atlético-GO, no Olímpico, revoltaram a torcida e tornaram a permanência insustentável.

“Não poderíamos esperar o clássico para decidir. Houve muita pressão nas últimas partidas. Achamos por bem antecipar isso, acabar com as especulações. Muitas coisas foram expostas, mas não vem ao caso. Temos uma relação direta, aberta e franca com a direção. O presidente colocou a posição dele, e ele pode dizer qualquer coisa. O funcionário é subordinado, não me importei com tudo que foi dito", acrescentou.

Roth deixa o Grêmio com 24 jogos, com 10 vitórias, 4 empates e 10 derrotas, aproveitamento de 47%.

Entre para a Torcida Virtual e convide seus amigos