Clube agora corre atrás da Taça das Bolinhas, entregue nos últimos dias ao São Paulo pela Caixa Econômica

Depois de eliminar o Botafogo na semifinal da Taça Guanabara, o Flamengo recebeu nesta segunda-feira mais uma grande notícia. Depois de uma reunião entre a presidente do clube, Patrícia Amorim, e o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, o título brasileiro de 1987 será reconhecido oficialmente, dividido com o Sport, e assim o hexacampeonato brasileiro está legitimado pela entidade máxima do futebol brasileiro.

O reconhecimento acontece 24 anos depois da conquista do título de 1987. Na época, Flamengo e Internacional foram campeão e vice, respectivamente, do Módulo Verde da Copa União, a Série A da época. Sport e Guarani ficaram em primeiro e segundo no Amarelo e a CBF exigia um quadrangular para a definição do título nacional.

Na época, o Clube dos 13 havia decidido antes do fim da competição que não disputaria esse quadrangular, pois a competição não havia sido organizada pela CBF. A polêmica se acentuou em 2007, depois da conquista do quinto título nacional do São Paulo, já que o clube pleiteou o recebimento da Taça das Bolinhas, que deveria ser entregue ao primeiro time que conquistasse cinco títulos nacionais.

Há poucos dias, a Caixa Econômica Federal, dona do troféu, fez a entrega ao São Paulo. O Flamengo entrou na Justiça para que a Taça das Bolinhas não fosse entregue até a apreciação do seu pedido de reconhecimento entregue em abril do ano passado para a CBF, mas nem a liminar expedida pela Justiça impediu a cerimônia.

O Flamengo, agora, aguarda para receber a Taça das Bolinhas depois do reconhecimento do título de 1987. A expectativa é de mais polêmica pela frente. Vale lembrar que a CBF já havia reconhecido no fim do ano passado os títulos da Taça Brasil e do Torneio Roberto Gomes Pedrosa, que antecederam o Campeonato Brasileiro, iniciado em 1971.

A medida tornou Palmeiras e Santos os maiores campeões brasileiros, com oito títulos cada. São Paulo e Flamengo, com o reconhecimento do título de 1987, vêm em seguida, com seis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.