Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

CBF fecha 11° patrocínio para seleção brasileira com marca suíça

Companhia de relógios aparecerá em banners e placas de publicidade nos treinos até a Copa do Mundo de 2014

Marcel Rizzo, iG São Paulo |

Mowa Press
Mano Menezes orienta Elano antes de amistoso contra a Escócia, em março. Patrocínio na camisa
A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou nesta terça-feira o 11° patrocinador da Seleção Brasileira. A marca de relógios suíça Parmigiani terá sua marca exposta em banners e placas de publicidade em treinos do time até a Copa do Mundo de 2014, que será no Brasil. O valor do acordo será divulgado terça-feira, 3 de maio, quando o presidente Ricardo Teixeira e representantes da empresa darão entrevista - mas é de aproximadamente R$ 8 milhões por ano.

A seleção já é patrocinada por Nike, Itaú, Vivo, Ambev, Volkswagen, Gillette, Extra, Seara, TAM e Nestlé. Em 2010, pelo balanço divulgado pela entidade na semana passada, os patrocinadores desembolsaram juntos R$ 193,5 milhões para a CBF por exposição em uniforme e treinamentos da Seleção Brasileira.

Três patrocinadores aparecem no uniforme de treinamento (a Fifa veta parceiros em camisas de jogo): Vivo, Itaú e o Guaraná Antarctica. Os demais em banners (placa com as marcas que fica atrás dos jogadores durante as entrevistas) e nas placas estáticas ao redor do gramado. As empresas também podem associar suas marcas à seleção brasileira em promoções.

Veja abaixo quanto cada um dos parceiros desembolsaram:

Patrocinador Valor pago em 2010
Nike (fornecedora de material esportivo) R$ 65 milhões
Banco Itaú (aparece na camisa de treino seleção) R$ 29,1 milhões
Ambev (Guaraná Antarctica aparece na camisa) R$ 27,3 milhões
Vivo (aparece na camisa da seleção) R$ 25,5 milhões
Volkswagen (banner e placas) R$ 8,9 milhões
Gillette (empresa Procter e Gamble, banner e placas) R$ 8,4 milhões
Nestlé (banner e placas) R$ 8,2 milhões
Seara (empresa Marfrig, banner e placas) R$ 7,6 milhões
TAM (banner e placas) R$ 6,4 milhões
Extra Supermercado (banner e placas) R$ 5,2 milhões




 

Leia tudo sobre: seleção brasileiracopa 2014CBF

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG