Diretor de competições da entidade diz que não há possibilidades de mudança no regulamento do Brasileirão e que os pontos corridos serão mantidos

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882638681&_c_=MiGComponente_C

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) já começa a considerar a marcação de clássicos regionais para as rodadas finais do Campeonato Brasileiro. Seria uma forma de evitar polêmicas como as que aconteceram em 2010, quando São Paulo e Palmeiras foram acusados de "corpo mole" contra o Fluminense para que o Corinthians fosse prejudicado.

A informação é do diretor de competições da entidade que comanda o futebol no país, Virgílio Elísio. "Acho que marcar os clássicos para o final poderia ajudar (a evitar esse tipo de polêmica). O presidente Ricardo Teixeira já nos pediu que fizéssemos um estudo sobre isso", falou o dirigente, em entrevista à "Rádio Brasil".

Photocamera
Conca, do Fluminense, disputa bola contra o São Paulo: time carioca venceu por 4 a 1 e torcedores do Corinthians acusaram o rival de ter perdido o jogo de propósito

Elísio, porém, fez questão de ressaltar que não é fácil elaborar uma tabela como a do Campeonato Brasileiro. "Só um software é capaz de fazer isso", explicou ele, antes de dizer que não há possibilidades de mudança no regulamento: os pontos corridos serão mantidos.

Além das polêmicas envolvendo Fluminense, Corinthians, Palmeiras e São Paulo nesta temporada, também houve reclamações parecidas em 2008 e 2009. Há dois anos, o Inter escalou uma equipe reserva, foi derrotado pelo São Paulo e viu o Grêmio perder a liderança para os paulistas. No ano passado, foi a vez do Grêmio escalar reservas contra o Flamengo e ver o rival do Beira-Rio perder o título. São Paulo e Palmeiras também reclamaram de favorecimento do Corinthians ao Flamengo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.