Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cauteloso em relação a Adriano, Tite se anima com Parreira

Técnico tetracampeão do mundo recusou convite da seleção do Chile e negocia para assumir cargo diretivo no Corinthians

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882372279&_c_=MiGComponente_C

O técnico Tite falou com cautela sobre a possibilidade de contar em 2011 com o centroavante Adriano, atualmente na Roma. Por outro lado, o comandante corintiano demonstrou animação com a possibilidade de trabalhar ao lado de Carlos Alberto Parreira no Parque São Jorge.

"Em qualquer negociação, primeiro tem que ter o interesse do clube e depois, do próprio atleta. Esse comprometimento das duas partes é o mais importante. Tendo isso, as coisas ficam bem mais fáceis de trabalhar. Não preciso falar da qualificação do Adriano, é uma coisa inquestionável", declarou.

Reuters
Ronaldo faz lobby por contratação, mas nome de Adriano é tratado com cautela

Depois de conquistar o Campeonato Brasileiro de 2009 e disputar a Libertadores desta temporada com a camisa do Flamengo, Adriano foi contratado pela Roma. Amigo pessoal do jogador, Ronaldo faz lobby pela chegada do ex-companheiro de seleção ao Corinthians.

Se mediu as palavras para falar sobre a possível contratação de Adriano, Tite se permitiu comentar a possibilidade de trabalhar ao lado de Parreira. O técnico tetracampeão do mundo recusou um convite da seleção do Chile e negocia com Andrés Sanchez, presidente do Corinthians, para assumir um cargo diretivo no Corinthians.

"Eu acredito que todo grande profissional gostaria de ser dirigido pelo Carlos Alberto Parreira, de trabalhar junto com ele e de ter essa parceria em qualquer circunstância, inclusive eu", disse Tite após proferir palestra no Footecon, fórum organizado pelo ex-técnico da seleção no Rio de Janeiro.

Parreira e Sanchez pretrendiam conversar sobre o assunto durante a realização do Footecon, mas o encontro não aconteceu. Desta forma, ambos marcarão uma nova data para negociar. "Isso ainda está em aberto", resumiu o treinador, parado desde que comandou a África do Sul na Copa de 2010.

Leia tudo sobre: corinthiansfutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG