Tamanho do texto

Capitão da atual campeã mundial disse também que é preciso manter a mesma "humildade" e "sacrifício"

O goleiro Iker Casillas, capitão da seleção espanhola, assumiu que a equipe dirigida por Vicente del Bosque é "favorita para a Eurocopa", mas alertou que é preciso manter a mesma "humildade" e "sacrifício" que conduziu a Espanha ao título da Copa do Mundo da África do Sul, em 2010.

"Acho que somos favoritos para a Eurocopa, mas temos que ser sempre precavidos e prudentes. Sabemos assimilar esse papel, porque hoje em dia qualquer partida pode ser bastante complicada. Iremos com a humildade e o sacrifício que nos garantiu outros títulos", declarou o jogador ao jornal "Marca".

Casillas aproveitou para agradecer o carinho que recebe na rua após o sucesso na África do Sul. "Todos os torcedores nos tratam muito bem. O clima na Espanha durante o Mundial foi magnífico. Estamos orgulhosos de ter feito parte da história do futebol espanhol", afirmou o goleiro do Real Madrid, já pensando em novos objetivos.

"Por sorte fiz parte da seleção durante 11 anos e consegui o que um jogador sempre deseja: a Eurocopa e a Copa do Mundo. Agora tenho vontade de conseguir ainda mais títulos", acrescentou. Casillas também lembrou os percalços no caminho até o título mundial, principalmente a derrota para a Suíça na estreia da Copa.

"Foi quando passou pela cabeça o trabalho de dois anos para chegar ali, a esperança do povo na seleção. Soubemos assimilar a situação e não caímos no nervosismo. Houve sofrimento nas partidas da fase de grupos, mas depois a equipe se soltou", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.