Goleiro e capitão do time espanhol disse que não há problemas entre jogadores espanhóis e portugueses no grupo

O capitão do Real Madrid nega qualquer tipo de racha no elenco
Getty Images
O capitão do Real Madrid nega qualquer tipo de racha no elenco
Apesar dos bons resultados que o Real Madrid vem conquistando dentro de campo, o clima nos bastidores da equipe vem sendo apontado pela imprensa espanhola como o grande problema do time na temporada. Após a divulgação de uma discussão entre o técnico José Mourinho e o lateral Sérgio Ramos e uma possível existência de um racha no clube, o goleiro Casillas veio a público para desmentir qualquer informação e pregar a paz nos vestiários merengues.

Leia mais: Mourinho, Casillas e Ramos discutiram após derrota em clássico

Segundo o jornal espanhol "Marca", jogadores portugueses e espanhóis estariam em pé de guerra após uma série de favorecimentos que Mourinho daria aos seus conterrâneos. O comandante luso chegou, inclusive, a ser vaiado pela torcida na última partida dos madrilenhos e se mostrou claramente insatisfeito com a exposição do ambiente interno de sua equipe na mídia.

Veja ainda: Pisão de Pepe em Messi causa polêmica na Espanha

"Não há problemas entre os jogadores espanhóis e portugueses no grupo. Eu acho que essa polêmica é absurda, porque incluem os jogadores brasileiros entre o chamado grupo português", bradou o goleiro e capitão do time espanhol, que ainda comentou sobre a sua relação com os demais jogadores que integram o plantel do Real Madrid.

E mais: Real vence com gols de Marcelo e Cristiano Ronaldo e mantém vantagem

"Eu não tenho nenhum problema com os outros companheiros. Nós nos relacionamos durante os treinamentos, as preleções e os jogos, como em qualquer elenco. Eu posso ficar bravo com qualquer um em algum dia particular ou alguém ficar bravo comigo, mas isso não acontece sempre", completou Casillas.

Nesta segunda-feira, José Mourinho concedeu uma entrevista coletiva e lamentou o comportamento da torcida do Real Madrid na goleada por 4 a 1 sobre o Bilbao. Recentemente, a imprensa europeia chegou a afirmar que o treinador estaria com os dias contados na equipe e que uma possível vontade de comandar novos clubes ao redor do mundo poderia pesar para que seu contrato não fosse renovado ao término da temporada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.