Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Casemiro e Wellington voltam a Cotia, local onde tudo começou

São Paulo fez um jogo-treino contra a equipe sub 20 do clube no CT Laudo Natel, nesta quinta-feira

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Muitos jovens das categorias de base do São Paulo têm o sonho de subir para o time profissional, assim como já sonharam Wellington e Casemiro, formados no CFA (Centro de Formação de Atletas) Laudo Natel de Cotia e que atualmente são titulares no meio de campo da equipe principal. De volta ao local onde passaram boa parte da carreira, os dois garotos disseram que o treino desta quinta-feira foi uma volta ao passado.

Siga o iG São Paulo no Twitter e receba as informações do time do Morumbi

"Voltar aqui é muito bom, é um lugar com estrutura. Nós vemos os garotos subindo para o profissional do São Paulo e vencendo na vida", disse Wellington, de 20 anos de idade e titular nos dois primeiros jogos da equipe no Campeonato Brasileiro.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

Vipcomm
Casemiro é titular absoluto no meio do São Paulo
Casemiro lembrou que já jogou várias vezes contra o time principal nos seus 4 anos de estadia em Cotia. Agora do outro lado, ele revelou que passou um filme pela cabeça no retorno ao local. "Quando eu estava aqui joguei várias vezes contra os profissionais, mas agora estou do outro lado. Passa um filme na cabeça, porque você sempre sonhava com aquilo e hoje já é realidade".

O camisa 8 do São Paulo, de apenas 19 anos, ainda deixou um conselho para os jovens que pensam em jogar no time profissional. "Eu diria para eles terem muita vontade e continuar tentando. Sabemos que é difícil subir, sabemos que não vão ser todos que serão aproveitados. Só um ou outro pode depontar, mas não pode deixar de tentar", disse Casemiro.

O pentacampeão Rivaldo vestiu a camisa do São Paulo pela primeira vez no final de janeiro. E foi justamente no CFA de Cotia, onde foi apresentado para a torcida, que ele iniciou sua trajetória no clube. Nesta quinta, com a ausência de Lucas, que está na seleção, o veterano meia voltou ao local e foi titular no jogo-treino contra a equipe sub 20.

Wellington avaliou que o time perde velocidade com Rivaldo, mas enalteceu a técnica e importância do atleta de 39 anos no plantel. "Sem o Lucas a velocidade não é a mesma. Ele é bem mais ágil. Mas o Rivaldo tem o passe muito bom, visão de jogo, experiência. Diferente do Lucas, que está só começando. Para nós é muito importante ter um cara campeão do mundo do nosso lado", completou.

null

Leia tudo sobre: São PauloCotiactbasecasemirowellingtonvídeo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG