Treinador teria tentado atrapalhar teste antidoping durante a Copa do Mundo da África do SUl

A CAS (Corte Arbitral do Esporte, na sigla em inglês) anulou a suspensão de seis meses imposta ao técnico Carlos Queiroz por supostamente ter atrapalhado a realização de um exame antidoping antes da disputa da Copa do Mundo da África do Sul, no ano passado, quando ainda dirigia a seleção de Portugal.

A suspensão de Queiroz havia sido imposta pela Agência Antidoping de Portugal, em setembro de 2010. A CAS disse que seu painel "concluiu que o comportamento do senhor Queiroz foi inaceitável" durante os exames antidoping de rotina em jogadores de Portugal em maio de 2010.

Porém, a CAS entendeu que "não havia nenhuma evidência de que o comportamento do sr. Queiroz foi destinado a perturbar o teste de doping". "Os jogadores não estavam nas proximidades do incidente e assim, nenhum deles estava diretamente envolvido", concluiu.

Posteriormente, a Federação Portuguesa de Futebol suspendeu Queiroz por má conduta e o demitiu em setembro de 2010 por conta dos maus resultados obtidos à frente da seleção.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.