Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cartola confirma acerto, e Leandro chega ao Vasco até sexta-feira

Rodrigo Caetano diz que atacante chega ao Rio nesta quarta. Já negociação com Alecsandro emperra

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

O diretor-executivo do Vasco, Rodrigo Caetano, confirmou, por telefone, que Leandro chega ao Rio nesta quarta-feira. O dirigente está em Porto Alegre desde segunda-feira acertando as contratações do atacante gremista e de Alecsandro, do Internacional. A primeira operação está sacramentada. De acordo com Caetano, o novo reforço será apresentado na quinta ou na sexta.

“Ele está viajando amanhã para o Rio. Resolvemos tudo com ele e com o Grêmio. E ele acertou as pendências financeiras que tinha lá com o clube. Quando será apresentado? Ah...na quinta ou na sexta. Deixa ele chegar no Rio, primeiro”, revelou o diretor-executivo.

A negociação foi acertada antes mesmo da viagem de Caetano para a capital gaúcha. Entre o Vasco e o jogador o acordo foi selado há duas semanas. O Grêmio, que não tem mais interesse no atacante (o técnico Renato Gaúcho sequer o relaciona para o banco), se comprometeu em pagar parte dos solários do jogador. Leandro vem por empréstimo até o fim do ano.

Restava, no entanto, o acerto entre o atacante e o clube gaúcho. O jogador cobrava salários atrasados. Nesta segunda-feira, Leandro foi a Porto Alegre cuidar pessoalmente da negociação, resolver detalhes da mudança e preparar a viagem para o Rio. Sem espaço na equipe gaúcha, ele sonha com dias melhores no futebol carioca. Suas lembranças são boas. Em 2005, vestiu a camisa do Fluminense, conquistando o título carioca e o vice-campeonato da Copa do Brasil.

Já a negociação envolvendo Alecsandro não é tão simples. Rodrigo Caetano confirmou ter firmado proposta para o jogador e o Internacional. Inicialmente, o Inter só aceita negociar o jogador por R$ 4 milhões e 500 mil. O Vasco, por sua vez, ofereceu um valor intermediário. Alecsandro, a princípio, não queria deixar Porto Alegre, e sua família está adaptada à cidade. Mas perdeu espaço no time, e isso o tem desanimado. Caetano não dá prazo para o desfecho do negócio.

“Estamos esperando. Sentei com as duas partes, fiz propostas para ambos. Estou esperando”.
 

Leia tudo sobre: vascoleandroGrêmio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG