Presente na derrota para os espanhois na final da Liga dos Campeões 2009, meia diz ter aprendido com os erros

O meio-campista Michael Carrick , do Manchester United , não atribui favoritismo ao Barcelona na final da Liga dos Campeões da Europa, a ser realizada no próximo sábado, a partir das 15h45 (horário de Brasília), no estádio Wembley, em Londres.

"Temos que respeitar o que o Barcelona tem feito, eles são um time fantástico, mas estamos aqui por uma razão. Vencemos nossa Liga (Campeonato Inglês), então obviamente estamos fazendo algo certo. Não importa quem é o favorito. Será apenas uma partida e tudo pode acontecer", afirmou.

O duelo repete a final de 2009, da qual o Barcelona saiu vencedor. Carrick acredita que a partida disputada no estádio Olímpico, em Roma, serviu para dar mais experiência ao grupo. "De certa forma, você provavelmente aprende mais de experiências ruins do que de boas", explicou.

O zagueiro Nemanja Vidic espera que essa experiência ajude o time a não cair nas armadilhas do rival. Com um estilo de jogo baseado na posse de bola, os catalães sofrem muitas faltas e irritam o adversário.

"Obviamente, eles têm uma mentalidade diferente da nossa. Se nos concentrarmos, não será um grande problema lidar com essas coisas. Eles podem reclamar mais do que devem, mas isso não nos vai afetar", garantiu.

O árbitro que vai apitar a decisão ainda não foi anunciado. "Provavelmente será o melhor disponível, então ele vai saber levar o jogo", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.