preserva Richarlyson, mas pensa em despedida a Jorge Wagner - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Carpegiani preserva Richarlyson, mas pensa em despedida a Jorge Wagner

De saída do Morumbi, volante tem propostas oficiais de Fluminense e Botafogo. Ala voltará a jogar no Japão

Gazeta Esportiva |

Dois jogadores se despedem do São Paulo nesta semana: Richarlyson e Jorge Wagner. No entanto, a dupla de atletas vitoriosos pelo clube deve ter um tratamento diferente na última partida do time nesta temporada. Enquanto o volante não será colocado em campo por Paulo César Carpegiani, o ala deve fazer uma despedida em grande estilo no gramado do Morumbi, diante do Atlético-MG.

"Nem pensei nisso. Mas, de forma natural, devo até preservar o Richarlyson pelo lado pessoal e não escalá-lo", comentou o treinador. Depois da expulsão contra o Fluminense, a diretoria são-paulina anunciou que o volante não teria seu contrato renovado.

Na época, o vice de futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, já havia adiantado que o atleta não deveria mais vestir a camisa do clube. Portanto, Carpegiani confirmou que não o escalará diante do Atlético-MG, mesmo se o jogador não for julgado nesta semana pelo STJD em função do cartão vermelho. De saída do Morumbi, o volante tem propostas oficiais de Fluminense e Botafogo.

Jorge Wagner, por sua vez, tem contrato de dois anos acertado com o Kashiwa Reysol, do Japão, e deve jogar na meia-esquerda na rodada de despedida, diante da torcida são-paulina.

"Estou pensando neste momento em colocá-lo pelo lado esquerdo, mas isso vai depender da semana. Dentro do que foi o último jogo, pode jogar", comentou o técnico, que rasgou elogios ao atleta.

"O Jorge tem um conceito muito bom, trabalhei com ele no Cruzeiro. É muito querido no clube e vai deixar saudade. A gente entende e sabe que tudo na vida tem um momento, os ciclos se fecham. É um profissional do mais alto gabarito e, tecnicamente, realmente sempre foi de grande utilidade. Marcou época no São Paulo", concluiu.

Jorge Wagner está no São Paulo desde 2007 e foi peça fundamental nos dois últimos títulos do clube no Brasileirão. Já Richarlyson está desde 2005 e é o segundo mais antigo no elenco são-paulino (atrás apenas de Rogério Ceni), tendo sido até convocado para a seleção brasileira.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolsão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG