Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Carlos César reclama da postura do Atlético-MG diante do Vasco

Para lateral-direito, o começo ruim custou caro ao time na partida contra o Vasco, em São Januário

Gazeta |

O lateral-direito Carlos César já mostrou que é um atleta polivalente e que pode ajudar o Atlético-MG em mais de uma posição. Na partida do último domingo, contra o Vasco , em São Januário, o jogador atuou boa parte da partida no meio-campo como homem de criação, função que o atleta diz já ter feito em outros times.

Veja também: Atlético-MG pode deixar o Z-4 na 31ª rodada. Veja a classificação atualizada

"Eu já fiz esta função antes, me sinto bem, conversei isto com o Cuca . Tentamos jogar pelo meio e, também, mais aberto. Mas aceitamos a pressão do Vasco e tomamos os gols no início, o que dificultou muito no primeiro tempo. No segundo tempo jogamos pelos lados e criamos várias oportunidades de gol", disse o meia.

Leia também: Reinaldo, ex-Atlético-MG, ainda se considera o maior artilheiro

Carlos César lamentou a falta de atitude do Atlético-MG no começo da partida, que permitiu o Vasco abrir vantagem de dois gols nos minutos iniciais. Segundo ele, o Atlético-MG teve um apagão, o que acabou influenciando de forma decisiva no resultado do jogo.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

"A explicação é que no primeiro tempo não fomos o Atlético-MG. Entramos morosos e aceitamos a pressão deles. Eles fizeram o resultado em cima disso. Já no segundo tempo, entramos mais ligados, foi a cara do Atlético-MG. Estávamos melhor no jogo até com chance de fazer o gol e mudar a situação da partida. Até que perdemos um jogador e complicou um pouco", finalizou o jogador.

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011Carlos César

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG