Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Carinho da torcida na praia diminui irritação com as vaias no Fla

Thiago Neves fica satisfeito com assédio durante o treino na manhã desta quarta-feira, na Barra da Tijuca

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

A sequência de três empates no Campeonato Carioca e a má colocação na tabela de classificação da Taça Rio fizeram com que a torcida vaiasse o time do Flamengo no empate em 3 a 3 com o Madureira. Mas bastou um treinamento na praia para os jogadores receberem o carinho dos torcedores e recuperarem as forças para o jogo de sábado, contra o Duque de Caxias, às 18h30, no Engenhão.

“Isso era uma das coisas que eu mais sentia falta. Ficar longe dos amigos, desse carinho dos torcedores é muito ruim”, afirmou Thiago Neves, que deixou o Al-Hilal, da Arábia Saudita, para defender o Flamengo. “Demos um vacilo contra o Madureira, mas ainda estamos invictos e motivados para o próximo jogo”, emendou.

Apesar de agradecer o carinho recebido, nesta quarta-feira, na Barra da Tijuca, Thiago não deixou de demonstrar sua insatisfação com as vaias da torcida no último jogo. Ele marcou o gol que garantiu o empate em 3 a 3 com o Madureira, depois de o Flamengo estar perdendo por 3 a 1. O time ocupa a quarta colocação do Grupo A da Taça Rio, com nove pontos, um atrás de Vasco, Boavista e Americano. Apenas os dois primeiros se classificam para as semifinais.

“Quando cheguei ao Flamengo, disse que o time não daria espetáculo, mas ganharia os jogos. A marcação aqui é mais forte, todo mundo sabe marcar. Claro que a torcida quer ver uma caneta do Ronaldinho ou um golaço meu, mas isso não vai acontecer sempre. Vamos trabalhar da mesma forma, fazendo o que o (técnico Vanderlei) Luxemburgo vem pedindo para o time continuar invicto e tentar ser campeão carioca”, disse Thiago.
 

Leia tudo sobre: FlamengoCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG