Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Cansado, dono do Palermo coloca clube à venda

Maurizio Zamparini revelou se sentir derrotado depois de 23 anos atuando no futebol italiano, em que poder econômico e midiático de três ou quatro clubes domina

Agência Estado |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237860123542&_c_=MiGComponente_C

O presidente e dono do Palermo, Maurizio Zamparini, surpreendeu nesta quinta-feira ao colocar o clube à venda. Em comunicado, ele avisou que a decisão é "irreversível" e justificou dizendo estar "cansado" de tentar mudar a ordem das forças no futebol italiano. A decisão de Zamparini foi motivada pelo jogo de quarta-feira, quando ele reclamou de dois pênaltis não marcados para o Palermo na derrota para o Milan, por 3 a 1, pela 11ª rodada do Campeonato Italiano.

O dono do Palermo revelou se sentir "derrotado" depois de 23 anos atuando no futebol italiano, em que, segundo ele, "o poder econômico e midiático de três ou quatro clubes domina - e eles, sozinhos, dividem os títulos entre eles".

Zamparini entrou no futebol em 1987, quando comprou o Venezia, chegando a levá-lo da quarta para a primeira divisão. Em 2002, ele vendeu o antigo clube e passou a ser dono do Palermo, que ocupa hoje a nona posição no Campeonato Italiano.

Leia tudo sobre: futebol internacionalitaliano 2010itália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG