Treinador conqusitou o seu primeiro título internacional. D´Alessandro pode ser desfalque no Gre-Nal

Dorival Júnior prefere não se vangloriar pelo título da Recopa . Recém chegado ao Inter , o treinador faz questão de valorizar o trabalho dos antecessores. Osmar Loss, que foi o técnico interino por quase um mês, foi convidado para dividir a entrevista com Dorival. Até o técnico do Grêmio entra nos agradecimentos, pois Celso Roth comandava o Inter até o mês de abril e foi quem treinou o Inter na reta final da Libertadores de 2010.

“Tivemos uma conquista importante pro Inter. Temos que lembrar o trabalho do Roth, do Falcão, do Osmar. Foram todos importantíssimos. Fico satisfeito e espero que seja um bom início. Se não fosse pela conquista do Roth na Libertadores, não estaríamos aqui”, disse.

BAIXE O PÔSTER DO BICAMPEÃO DA RECOPA

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O Inter conquistou o seu 11º título nos últimos seis anos ao derrotar o Independiente por 3 a 1. Dorival admite que a cobrança será cada vez maior.

“Tudo na vida tem um motivo. Uma equipe se mostra vencedora quando tem um grande elenco, com determinação e que busque um próximo objetivo. O Inter tem feito isso ao longo das temporadas. Cada ano a exigência será maior”, avaliou.

Foi o primeiro título de nível internacional do treinador. O próximo objetivo é subir na tabela do Brasileirão, onde o Inter é 7º colocado.

Como prêmio pela conquista, os jogadores receberam a quinta-feira de folga . A reapresentação acontece na sexta. Domingo, 16h, no estádio Olímpico, tem clássico Gre-Nal. O volante Guiñazu e o lateral-direito Nei terão que cumprir suspensão. O meia D´Alessandro deixou a partida desta quarta com lesão muscular na coxa e será reavaliado.

Veja fotos da decisão da Recopa:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.